Saúde

Obesidade infantil: Portuguesa recebe prémio europeu

Rafaela Rosário, professora da Escola de Enfermagem da Universidade do Minho, acaba de ser premiada em Gotemburgo, na Suécia, pelo trabalho na área da obesidade infantil.
Versão para impressão
Rafaela Rosário, professora da Escola de Enfermagem da Universidade do Minho, acaba de ser premiada em Gotemburgo, na Suécia, pelo trabalho na área da obesidade infantil. O galardão foi atribuído na conferência da Associação Europeia para o Estudo da Obesidade (EASO), que distingue anualmente investigadores de excelência na área com menos de 35 anos.
 
“É uma honra ver o meu trabalho reconhecido e valorizado pela principal associação europeia no âmbito da obesidade. A prevenção da obesidade adquire relevância quando se assiste a um aumento considerável do excesso de peso e da obesidade infantil em Portugal e no mundo”, realça a galardoada, que é membro do Centro de Investigação em Enfermagem da UMinho, num comunicado enviado ao Boas Notícias.
 
A distinção deve-se ao estudo “Prevenir a Obesidade Tornando-se Saudável”, cujo objetivo foi avaliar o impacto de um programa de intervenção nos hábitos e comportamentos de crianças do primeiro ciclo do ensino básico.

O programa desenvolveu-se seguindo duas lógicas: dar preparação aos docentes no âmbito dos estilos de vida saudáveis, através de uma formação acreditada pelo Ministério da Educação e pensar na sua intervenção em crianças de forma segura e prolongada. 


Crianças mais saudáveis
 
Os resultados mostraram que, após um ano, as crianças do grupo de intervenção, quando comparadas com as restantes, exibiram uma menor proporção de excesso de peso, aumentaram significativamente o consumo de fruta e produtos hortícolas, reduziram a ingestão de alimentos de baixo valor nutricional, aumentaram o consumo de fruta como sobremesa, além de aumentarem a qualidade alimentar, principalmente ao nível da moderação de sal.

Rafaela Rosário, bracarense de 34 anos, é professora da Escola Superior de Enfermagem da UMinho desde 2006. Em 2012, concluiu o doutoramento em Estudos da Criança – Especialidade em Saúde Infantil na UMinho, com a tese “Excesso de peso e obesidade em crianças: implementação e avaliação de um programa de intervenção na escola”. 


Já publicou diversos artigos em revistas científicas nacionais e internacionais, tendo colaborado com meia centena de investigadores. A maioria das suas publicações relaciona-se com a saúde pública, promoção da saúde, crianças, obesidade e alimentação. 
 
A EASO distingue todos os anos jovens investigadores, com menos de 35 anos, que tenham desenvolvido investigação de excelência nas áreas da obesidade infantil, da ciência básica, da investigação clínica e da saúde pública.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório