Saúde

Novo composto gera saciedade e ajuda a perder peso

Investigadores britânicos desenvolveram uma espécie de "aditivo" alimentar capaz de aumentar a saciedade e de prevenir o aumento de peso, ajudando a combater, por exemplo, casos de obesidade.
Versão para impressão
Investigadores britânicos desenvolveram uma espécie de “aditivo” alimentar capaz de aumentar a saciedade e de prevenir o aumento de peso, ajudando a combater, por exemplo, casos de obesidade. O novo ingrediente baseia-se no propionato, um composto que estimula o intestino e leva à produção de hormonas que atuam no cérebro para reduzir a sensação de fome.
 
De acordo com as equipas responsáveis pela criação deste composto, constituídas por cientistas do Imperial College London e da Universidade de Glasgow, em Inglaterra e na Escócia, respetivamente, o IPE (“inulin-propionate ester”, em inglês, como foi batizado) mostrou ser eficaz no controlo do peso.
 
Em comunicado, o Imperial College London explica que o propionato é produzido naturalmente quando as fibras dietéticas são fermentadas pelos micróbios do intestino, mas o novo ingrediente consegue fornecer ao organismo uma quantidade muito superior deste componente à que é possível obter através de uma dieta normal. 
 
Para testar a eficácia do “aditivo”, os investigadores conduziram um ensaio clínico experimental com 20 voluntários, que receberam IPE ou inulina – uma fibra dietética – e foram convidados a comer tudo o que quisessem num 'buffet'. Em média, os que tomaram o composto comeram 14% menos do que os restantes, apresentando, também, no sangue, maiores concentrações de hormonas associadas à redução do apetite. 
 
Posteriormente, foi levado a cabo um estudo de 24 semanas com 60 participantes com excesso de peso: metade recebeu IPE em pó para acrescentar às refeições e a outra metade recebeu inulina. Segundo os especialistas, os resultados foram esclarecedores: nenhum dos voluntários do grupo que ingeriu IPE ganhou mais de 5% do seu peso corporal durante o estudo, ao passo que tal aconteceu com quatro participantes do grupo da inulina.
 
Além disso, os indivíduos que tomaram o composto de propionato apresentaram, no final do estudo, menos quantidades de gordura no abdómen e no fígado, conforme revelam os resultados da investigação publicados a semana passada na revista científica especializada Gut.
 
“Sabemos que os adultos ganham, em média, entre 0,3 e 0,8 quilos por ano e há, verdadeiramente, uma necessidade de desenvolver estratégias que previnam esta realidade”, afirma Gary Frost, investigador do Departamento de Medicina do Imperial College London, que liderou o estudo.
 
“As moléculas como o propionato estimulam a libertação de hormonas intestinais que controlam o apetite, mas é preciso ingerir grandes quantidades de fibra para obter um efeito forte. Portanto, quisémos descobrir uma forma mais eficaz de fazer o propionato chegar ao intestino”, esclarece Frost. 
 
De acordo com o cientista, “este pequeno estudo dá sinais encorajadores de que adicionar à dieta o ingrediente desenvolvido previne o aumento de peso em pessoas obesas”, mas “é necessário consumi-lo regularmente para conseguir resultados”.  

As equipas estão, agora, a tentar perceber em que tipo de alimentos o composto pode ser incorporado, sendo os mais prováveis “o pão ou os batidos de fruta”.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês).

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório