Mundo

Montreal: 370 alunos aprendem português

NULL
Versão para impressão
Para os filhos dos emigrantes portugueses no Canadá, um país onde as línguas oficiais são o inglês e o francês, pode ser fácil esquecer a língua materna. Mas as duas escolas portuguesas da Missão católica portuguesa de Santa Cruz em Montreal, que já existem há 40 anos, ajudam a aproximá-los do português. Este ano, cerca de 370 alunos frequentam as duas escolas.
 
O ensino do português nos primeiros níveis de aprendizagem cabe, na larga maioria, a escolas surgidas na própria comunidade portuguesa, embora o sistema educativo das principais províncias garanta igualmente a possibilidade de requerer um professor de língua estrangeira se existir um número mínimo de alunos.
 
Mariana Teixeira Valente, de 10 anos, e Alexandra Matos Gerko, de 11, são duas alunas do 4.º ano da Escola portuguesa de Santa Cruz, em Montreal, no Canadá.
 
Desde os seis anos de idade que acordam nos sábados às seis da manhã para irem à escola portuguesa e, embora o português seja apenas um estudo complementar à frequência das escolas oficiais, fazem-no pelo “gosto de aprender”.
 
No edifício do centro comunitário da Missão católica portuguesa de Santa Cruz, começa às nove horas da manhã a aula de quatro horas, em que a professora Zulmira. A oralidade é a prioridade, mas lê-se e escreve-se e aprende-se ainda História de Portugal e Geografia.
 
Em declarações à agência Lusa, Mariana garante que adora frequentar aquelas aulas. “Eu gosto de vir cá porque cada dia aprendo umas coisas novas e é bom”, explicou.
 
“Digo sempre na escola francesa na sexta-feira: amanhã tenho que ir à escola portuguesa. [E eles dizem:] Tu não tens sorte, tu tens de ir à escola portuguesa! Eu não tenho sorte?”. “Eu adoro ir à escola Portuguesa!”, prosseguiu.
 
Se para Mariana a fluência do português foi mais fácil por ter ambos os pais portugueses, Alexandra, filha de uma portuguesa e de um russo, já não fala o português em casa. “Só falo português quando vou a casa da minha avó”, explicou.
 
“Gosto de aprender Português porque é outra língua que eu posso usar no futuro. Quero ser veterinária ou engenheira e pode ser que eu não trabalheno Canadá, onde precisamos de falar inglês e francês, pode ser que vá para o Brasil ou Portugal e outros países onde falam o português”, disse.
 
Em breve, o ensino do português no Canadá poderá ser reforçado já que, no final de Março deste ano, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas disse à Lusa que os Estados Unidos, o Canadá e a Venezuela serão os próximos países a receber o Ensino de Português no Estrangeiro, um programa que actualmente apenas existe na Europa e em três países africanos.

[Notícia sugerida por Elsa Martins]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório