Cultura

Miguel Gomes vence prémio da crítica em Berlim

A longa-metragem "Tabu", do realizador português Miguel Gomes, venceu o prémio da crítica do festival de cinema de Berlim, de acordo com as declarações do produtor Luís Urbano à Agência Lusa.
Versão para impressão

A longa-metragem “Tabu”, do realizador português Miguel Gomes, venceu o prémio da crítica do festival de cinema de Berlim, de acordo com as declarações do produtor Luís Urbano à Agência Lusa.

O filme recebeu o prémio FIPESCI (da Federação Internacional de Críticos do Cinema), atribuído pelos críticos no festival, referiu o produtor.

“Tabu”, uma saga a preto e branco sobre um amor louco passado em África, foi apresentado à imprensa, na terça-feira, em Berlim, e aplaudido por mais de mil jornalistas, na 62ª edição do festival Berlinale Palast.

O filme de Miguel Gomes é ainda apontado como potencial vencedor do Urso de Ouro, que será anunciado este sábado. No entanto, para Luís Urbano, o prémio da crítica não significa vantagem a caminho do prémio máximo do festival: “É um sinal, mas com os júris nunca se sabe”.

“Tabu”, que deverá ter estreia em Portugal em Abril, conta no elenco com Ana Moreira, Carloto Cotta, Teresa Madruga, entre outros. Em «Tabu», Miguel Gomes relata a história, em duas partes bem distintas, “Paraíso Perdido” e “Paraíso”.

O filme é inteiramente a preto e branco e, na segunda parte, os atores não falam, ouvindo-se apenas o narrador e a banda sonora, em jeito de homenagem ao cinema mudo, principalmente a um dos seus grandes mestres admirado por Miguel Gomes, o alemão Friedrich Wilhelm Murnau.

No festival de Berlim, que termina no domingo, compete também, na secção de curtas-metragens, o filme “Rafa”, de João Salaviza.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório