Sociedade

Menos vítimas mortais nas estradas portuguesas

Houve menos 29 mortes nas estradas portuguesas desde o início do ano do que no mesmo período em 2011. A informação foi divulgada pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) que também dá conta de um decréscimo do número de feridos graves.
Versão para impressão

Houve menos 29 mortes nas estradas portuguesas desde o início do ano do que no mesmo período em 2011. A informação foi divulgada pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) que também dá conta de um decréscimo do número de feridos graves. 

Este ano morreram 51 pessoas em acidentes rodoviários, uma redução face às 80 vítimas mortais registadas entre 1 de janeiro e 7 de fevereiro de 2011.

Segundo a ANSR, também o número de feridos graves diminuiu de 209 para 187, menos 22 pessoas do que em período homólogo no ano passado.

Em relação ao número de feridos ligeiros, os dados da Polícia de Segurança Pública (PSP) e da Guarda Nacional Republicana (GNR) revelam que este ano houve 3.140 vítimas, menos 723 do que em 2011.

No balanço relativo ao ano passado, entre 8 de fevereiro de 2011 e 7 de janeiro de 2012, tinha sido já registada uma diminuição significativa do número de vítima mortais, de 743 para 660. A fasquia de menos de 700 mortes neste período em estradas portuguesas já não era ultrapassada há cinco décadas.

A ANRS explica, no entanto, que os números relativos a este ano, elaborados com base em mapas de acidentes e vítimas referentes a Portugal continental, e enviados diariamente pelas entidades fiscalizadoras, são apenas provisórios.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]
 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório