Mundo

Menino espanhol com multitransplante saiu da UCI

O menino espanhol de quatro anos que, em dezembro, recebeu um transplante de cinco órgãos abdominais de uma criança portuguesa já saiu dos cuidados intensivos do Hospital de La Paz onde está internado, e foi transferido para a Unidade de Reabilitação
Versão para impressão
O menino espanhol de quatro anos que, em dezembro, recebeu um transplante de cinco órgãos abdominais de uma criança portuguesa já saiu dos cuidados intensivos do Hospital de La Paz onde está internado, e foi transferido para a Unidade de Reabilitação intestinal.

Este foi o 21º transplante multivisceral realizado em Espanha, um procedimento “muito raro” que ocorre entre 50 a 100 vezes por ano em todo o mundo.
    
“A situação geral do menino é boa e os controlos analíticos e endoscópicos são normais. Já não necessita de suporte intensivo, monitorização, sondagem urinária ou ventilação mecânica”, explica o último relatório, citado pela Lusa, sobre o menino.

“Ainda precisa de oxigenoterapia não invasiva, mas já lhe foi retirada a nutrição parenteral e alimenta-se exclusivamente por via digestiva”, refere.

A operação inicial do transplante, que demorou mais de seis horas. Decorreu a 29 de dezembro, um mês depois de a criança ter sido operada no hospital basco de Cruces para extrair um tumor “muito grande” que tinha no abdómen, que resultou de um embrião gémeo que se instalou na zona abdominal, um caso muito raro, segundo o cirurgião.

Para o menino de Arkotxa (Zaratamo, no País Basco), o desafio é agora adaptar o organismo aos novos órgãos (duodeno, intestino, pâncreas, fígado e estômago) doados por uma família portuguesa que perdeu o filho.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub