Mundo

Menina salva a mãe graças ao que viu em série de TV

NULL
Versão para impressão
Afinal, aquilo que se vê na televisão pode ser útil na vida real. Pelo menos foi o que aconteceu no estado norte-americano de Wisconsin, onde uma menina de dez anos salvou a vida da mãe ao pôr em prática uma técnica aprendida na série médica “Anatomia de Grey”.

Madisyn Kestell encontrou a progenitora inanimada em casa, em consequência de um violento ataque de asma. Kandace Seyferth tentava deslocar-se ao quarto para ir buscar o inalador, mas entrou em colapso antes de conseguir fazê-lo.

Ao deparar-se com a situação e, em vez do que se poderia esperar, Madisyn não entrou em pânico. Com a ajuda de uma amiga apenas dois anos mais velha, Katelynn Vreeke, chamou o 112 e, lembrando-se do que tantas vezes vira no pequeno ecrã, procedeu à reanimação cardiopulmonar da mãe.

“Eu e a minha mãe vemos a série todas as semanas e eu aprendi a fazê-lo graças a isso”, contou Madisyn ao jornal local Sheboygan Press, explicando como, até a ambulância chegar, fez respiração boca-a-boca a Kandace enquanto a amiga procedia à massagem cardíaca.

Minutos mais tarde, os paramédicos chegaram e transportaram a mãe da menina para um hospital próximo. Kandace Seyferth afirmou que os profissionais de saúde ficaram surpreendidos com o que viram ao chegar ao local, uma vez que Madisyn e a amiga “nunca tiveram aulas e apenas fizeram o que viam na televisão, o que é fantástico”.

Kandace, que se encontrava a recuperar de uma severa pneumonia contraída no início do ano, mostrou-se “orgulhosa” da filha e realçou que, sem uma reação tão rápida de Madisyn, o ataque teria sido fatal.

“Disseram-me, muito claramente, que se a Maddie não tivesse mantido a calma, ligado para o 112 e feito aquilo que fez, eu não estaria aqui para contar a história”, concluiu.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta, Elsa Martins e Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório