Sociedade

Manuscritos do Mar Morto disponíveis na internet

NULL
Versão para impressão
Já não é preciso ir a Israel para poder olhar diretamente para alguns dos mais antigos manuscritos existentes. Desde ontem estão disponíveis na internet cópias dos Manuscritos do Mar Morto que se pensa terem mais de dois mil anos.

Os pergaminhos foram descobertos nas cavernas de Qumran Khirbet Nordeste do Mar Morto, entre 1947 e 1956, por pescadores. Os Pergaminhos do Mar Morto encontram-se expostos no Museu de Israel e compreendem 20 documentos. Na internet estão agora disponíveis cinco, entre os quais os Grande Manuscrito de Isaias, aquele que é considerado um dos documentos bíblicos mais antigos de sempre.

Os outros são o Manuscrito do Templo, o Manuscrito da Guerra, o Manuscrito das Regras da Comunidade e o Manuscrito de Habacuc, segundo se pode ler no site do projeto The Digital Dead Sea Scrolls.

Cada pergaminho surge acompanhado de informações escritas que ajudam os utilizadores a compreender a história de cada um. Além disso podem ser visualizados com uma ferramenta, cedida pelo Google, que permite uma grande ampliação e resolução de 1200 megapixéis.

De acordo com Adolfo D. Roitman, curador no Museu de Israel, “é o tesouro cultural mais importante da nação judaica”. “Os Manuscritos do Mar Morto dão-nos uma nova perspetiva sobre a vida antiga, da sociedade e do pensamento. Eles promovem o diálogo inter-religioso e um entendimento entre todos os seres humanos”, disse Roitman.

Devido à sua fragilidade, os pergaminhos encontram-se enrolados na exposição no museu, porque são muito sensíveis à luz, mas agora todos podem analisá-los partir de casa.

Para ver os manuscritos clique aqui.

[Notícia sugerida por Mafalda Almeida]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório