Ciência

Maior ‘chuva de estrelas’ de 2013 esta sexta-feira

Na madrugada de sexta para sábado, os céus noturnos vão ser atravessados por aquela que é apontada pelos astrónomos como a maior 'chuva de estrelas' do ano. Os meteoros que constituem as Geminídeas estão deste ontem a passar perto do planeta Terra e
Versão para impressão
Na madrugada de sexta para sábado, os céus noturnos vão ser atravessados por aquela que é apontada pelos astrónomos como a maior 'chuva de estrelas' do ano. Os meteoros que constituem as Geminídeas estão deste ontem a passar perto do planeta Terra e vão manter-se próximos até segunda-feira.
 
Devido à sua posição geográfica, Portugal vai receber o espetáculo celestial já na próxima noite, sendo possível ver, a olho nu (se as nuvens permitirem e o céu estiver limpo), entre 100 a 120 meteoros por hora, um número que poderia ser ainda maior, não fosse a passagem dos mesmos coincidir com uma fase de Lua Cheia. Por isso mesmo, para uma melhor observação, recomendam-se os pontos mais afastados das luzes das cidades.
 
As previsões apontam para que o pico da chuva anual das Geminídeas seja entre a meia-noite e o nascer do sol de sábado, dia 14 de Dezembro.  O fenómeno estende-se até segunda-feira, dia 16, mas a visibilidade sem necessidade de instrumentos de observação vai diminuindo progressivamente até lá.
 
“A chuva das Geminídeas é a mais intensa do ano. Dura vários dias, é riquíssima em bolas de fogo e pode ser vista a partir de qualquer ponto da Terra”, lê-se no site da NASA. 

Acompanhe tudo sobre a maior 'chuva de estrelas' do ano AQUI.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub