Ambiente

Lince-ibérico e abutre-preto com novo refúgio

Duas das espécies mais ameaçadas de Portugal - o Lince-ibérico e o abutre-preto - acabam de receber um novo refúgio, com mais de 5000 hectares, no Baixo Alentejo, implementado no âmbito do projeto LIFE Natureza.
Versão para impressão
Duas das espécies mais ameaçadas de Portugal – o Lince-ibérico e o abutre-preto – acabam de receber um novo refúgio, com mais de 5000 hectares, no Baixo Alentejo, implementado no âmbito do projeto LIFE Natureza que prevê também mais medidas de conservação das duas espécies e dos seus habitats. 

O novo refúgio fica na Herdade da Contenda e o objetivo é “melhorar as condições de sobrevivência, alimentação e reprodução do lince-ibérico e do abutre-preto”, explica Eduardo Santos, da Liga da Proteção da Natureza e coordenador do projeto LIFE. 

O abutre-preto vai ganhar um campo de alimentação e ninhos artificiais nos próximos cinco anos. Para além disso, serão ainda implementadas medidas para melhorar o habitat do lince-ibérico, do abutre-preto e ainda do coelho-bravo.
 

Pretende-se ainda a reprodução do coelho-bravo, visto que “de momento não existem grandes populações de coelho-bravo mas há um núcleo que tem potencial para crescer”, refere o coordenado do projeto ao Público.

A Herdade da Contenda é já um lugar conhecido pela sua enorme importância na conservação da biodiversidade de Moura. Esta herdade, explica Eduardo Santos ao Público, é “considerada, há muito tempo uma das melhores áreas de habitat para o lince-ibérico e para o abutre-preto”.

 
Já há algum tempo que a Herdade da Contenda é uma zona usada pelos abutres “como área de alimentação e alguns já foram vistos a pernoitar no perímetro da herdade”, sendo “observados, em média, 20 abutres-pretos”.

Outro fator relevante é a sua proximidade com uma colónia de abutres-pretos em Espanha e com a Serra Morena, habitat do lince-ibérico. A Herdade da Contenda é famosa, também, por ter a maior reserva de veados do país.

 
“Dentro de poucos anos poderemos esperar ter abutres-pretos a nidificar na Contenda”, prevê Eduardo Santos. Conhecida pelas suas vastas áreas de pinhal, montado e sobreiral, a herdade dispõe ainda de uma zona de caça nacional.
 
Lançado em 2010, o projeto LIFE Natureza “Promoção do Habitat do Lince-ibérico e do Abutre-preto no Sudeste de Portugal” tem a duração de quatro anos, até Dezembro de 2013, e abrange as zonas de Mourão, Moura e Barrancos, do Vale do Guadiana e da Serra do Caldeirão.

Clique AQUI para saber mais acerca do projeto LIFE.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório