Inovação e Tecnologia

Impressora 3D constrói prédio de 5 andares em 24 horas

A empresa Yingchuang 3D, conhecida pelas suas construções feitas com recurso a um impressora 3D, criou agora dois edíficios, os primeiros a serem construídos via esta técnica.
Versão para impressão
A empresa chinesa Yingchuang 3D, famosa pelas suas construções feitas com recurso a impressoras 3D, construiu agora mais dois edíficios – um prédio e uma vivenda – com esta técnica.

Desta vez, a empresa construiu um prédio com cinco andares e uma mansão com cerca de 1.100 metros quadrados. Os dois projetos foram apresentados, no final de 2014, numa conferência internacional sobre arquitetura sustentável, conta a empresa num comunicado de imprensa.

A impressão 3D dos dois edifícios foi feita no Instituto Central de Design 3D e foram construídas em oito fases diferentes. A impressão das diferentes camadas das duas habitações demorou cerca de 24 horas.

Para além de reduzirem o tempo de construção, os grandes blocos utilizados na elaboração destes edíficios são feitos através de materiais reciclados (uma mistura de solo e materiais que sobraram de outras construções) pelo que também são amigas do ambiente.

Estes materiais são adicionados a uma base de cimento. O processo é finalizado com a adição de uma substância que funciona como endurecedor para que as peças consigam ser manipuladas e montadas mais depressa.

Edíficio permite receber pessoas no seu interior

Quando as várias camadas são montadas é acrescentada à construção um reforço de aço para manter a firmeza do edíficio. Por fim, foram ainda acresentadas janelas e portas (que não foram imprimidas em 3D).

A moradia foi desenhada por um famoso designer japonês, que definiu o exterior, o interior e as paredes da habitação.

Os dois edíficios foram imprimidos numa impressora com dimensões de cerca de sete metros de altura, 10 metros de largura e 40 metros de comprimentos.

Ambas as construções podem ser encontradas no Parque Industrial de Suzhou, na China.

Os dois projetos foram apresentados numa conferência sobre arquitetura sustentável, que teve lugar no passado dia 18 de Janeiro na China.

Nesta conferência estiveram presentes cerca de 300 pessoas, onde estiveram também presentes responsáveis da Universidade de Tongji, do Instituto de Urbanismo e Design de Tongji, entre outros.

Em 2014, a mesma empresa já tinha sido notícia no mundo inteiro depois de ter conseguido imprimir cerca de 10 casas em cerca de 24 horas.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes e Maria da Luz

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório