Ciência

Imagens e vídeos “fofos” aumentam produtividade

Se for apanhado a espreitar um dos populares vídeos de gatinhos a fazer acrobacias enquanto está no trabalho, pode servir-se disto para tentar escapar à reprimenda: um novo estudo concluiu que ver imagens ou vídeos "fofos" melhora a produtividade.
Versão para impressão
Se o seu patrão o apanhar a espreitar um dos populares vídeos de gatinhos a fazer acrobacias enquanto está no trabalho, pode servir-se disto para tentar escapar à reprimenda: um novo estudo concluiu que ver imagens ou vídeos de animais bebés melhora a performance no emprego, aumentando a concentração e o cuidado nas tarefas desempenhadas e, logo, a produtividade.
 
O estudo em causa, publicado na revista científica PLoS One, foi realizado por investigadores da Universidade de Hiroshima, no Japão, – onde o conceito de “kawaii” (que pode ser traduzido como “fofo” em português) faz sucesso, como comprovam personagens originárias daquele país como a Hello Kitty ou o Pikachu, dos desenhos animados “Pokémon”, que, de acordo com a equipa, “proporcionam sentimentos bons” por lembrarem bebés, com os seus grandes olhos e cabeças.
 
Várias investigações anteriores que já tinham comprovado que ver rostos de bebés tende a desencadear impulsos maternais (ou paternais) nos seres humanos. Agora, o estudo divulgado esta semana, revela que estes impulsos conseguem ir além do cuidado prestado aos bebés e da amabilidade nas relações sociais, alargando-se também a tarefas que requerem concentração, como a profissão.
 
Para chegar a esta conclusão, os investigadores fizeram dois jogos de precisão, que consistiam em “operar” um paciente fictício, com um grupo de 48 estudantes universitários, expondo parte deles a imagens de animais bebés (as imagens “fofas”) durante o jogo e a restante a fotografias de animais adultos e concluindo que os primeiros elementos melhoraram a performance, demonstrando maior foco nas tarefas que desempenhavam. 
 
“As coisas 'fofas' não se limitam a deixar-nos mais felizes. Também afetam o nosso comportamento”, escreveram os investigadores, coordenados pelo psicólogo Hiroshi Nittono, citados pelo portal Live Science. 
 
“O nosso estudo comprova que ver estas coisas 'fofas' melhora a consequente performance em tarefas que requerem especial cuidado, alargando a atenção com que as fazemos”, concluíram, acrescentando que os benefícios poderão ser principalmente significativos para condutores ou pessoas que trabalhem em escritórios.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês).

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório