Espetáculos e Exposições

Fundão celebra centenário do pintor Barata Moura

NULL
Versão para impressão
Em janeiro, o pintor Barata Moura, natural da aldeia de Castelo Novo, no Fundão, completou 100 anos. Em forma de homenagem à sua arte, onde se destaca a chamada “pintura ao natural”, a autarquia organiza dia 20 um evento que conta com uma exposição, exibição de um documentário e um salão de pintura ao ar livre.

A sessão de homenagem está marcada para dia 20 de agosto, durante a inauguração de uma exposição com 40 pinturas sobre a Serra da Gardunha da autoria de Barata Moura, no Palácio do Picadeiro, na vila de Alpedrinha. A mostra vai estar patente até 31 de outubro.

No mesmo dia será ainda exibido um documentário que recolhe depoimentos das facetas da sua personalidade enquanto artista e cidadão.

Também dia 20 decorre o Iº Salão de pintura ao ar livre-pintura rápida da serra da Gardunha que pretende prestar homenagem a um dos principais cultores deste género de arte: o centenário pintor beirão Barata Moura. 

Os pintores amadores vão poder trabalhar “como se estivessem numa varanda em plena Serra da Gardunha com vista para toda a paisagem da Beira Interior Sul”, destacou à Agência Lusa o vice-presidente da Câmara do Fundão, Paulo Fernandes.

A Serra da Gardunha foi escolhida como tema da exposição, porque, além de ser o seu local de nascença, “é uma paisagem que sempre inspirou Barata Moura”.

As 40 obras mais significativas da leitura do pintor sobre a serra incluem “as aldeias, pomares, mas também as paisagens panorâmicas nas diferentes encostas”.

Na impossibilidade de o autor estar presente na homenagem, a Câmara do Fundão conta com a participação de um dos filhos do pintor.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório