Desporto

Euro 2016: "O Sonho continua!"

Portugal é hoje destaque na imprensa desportiva internacional, sobretudo pela exibição de Cristiano Ronaldo, responsável por um dos grandes momentos da noite face ao País de Gales.
Versão para impressão
"Ainda não ganhámos nada mas o sonho continua vivo", disse Ronaldo após a vitória desta quarta-feira. Portugal está em festa e acredita que pode ser Campeão da Europa. O Boas Notícias deixa aqui algumas imagens e frases que marcaram a noite em que a seleção nacional venceu o País de Gales, em Lion. 

O rival de domingo será conhecido esta quinta-feira, depois do jogo entre a França e a Alemanha.

UEFA: "Na noite em que se tornou no primeiro jogador a participar em três meias-finais do EURO e quando o jogo estava muito equilibrado, Ronaldo voou para corresponder com um cabeceamento certeiro a um cruzamento de Rafael Guerreiro. Subiu bem mais alto que James Chester e colocou Portugal em vantagem, igualando o recorde de Michel Platini de nove golos em fases finais do Euro. Algo que parecia inevitável".

Além de ter marcado o primeiro golo da partida quando cabeceou para a baliza do adversário, CR7 também foi decisivo ao prestar assistência para o segundo golo, marcado por Nani aos 53 minutos.

"É aquilo com que sonhávamos desde o começo. Sabíamos que o caminho iria ser longo e ainda estamos em prova. Acreditámos desde o começo. Passámos por momentos difíceis, mas é como eu digo sempre. é melhor começar mal e acabar bem. Os jogadores merecem, o treinador merece. O corpo médico também. Estão a fazer um grande trabalho na recuperação dos jogadores. Ainda não ganhámos nada mas, como disse há dias, o sonho continua vivo", disse Cristiano Ronaldo, avançado de Portugal.

Fernando Santos, selecionador nacional: "Esperava um jogo difícil e acabou por assim ser. Há dois anos traçámos um objetivo. Jogámos em Saint Denis e fiz com os jogadores um compromisso de lá voltar. Os jogadores uniram-se nesse propósito, com humildade e trabalho. Acho que dificilmente alguém ganha a Portugal, apesar de não sermos os melhores do mundo".

Chris Coleman, selecionador do País de Gales: "Temos de dar o mérito a Portugal, defenderam bem e não nos deram espaço. O primeiro golo foi decisivo, perdemos a concentração por cinco minutos e, numa meia-final contra Portugal, isso paga-se caro", disse o selecionador da equipa adversária, que afirmou estar "muito orgulhoso" dos seus jogadores.

"Todo o país está orgulhoso destes jogadores e, depois de digerirem esta derrota, também eles terão orgulho neles mesmos. Adorei cada minuto que vivemos aqui."

Gareth Bale, avançado do País de Gales: "ele [Ronaldo] é um goleador natural e voltou a marcar. Não tem nada a ver com eles, mas sim connosco. Estamos desiludidos, mas vamos dar a volta. Estamos orgulhosos e vamos continuar juntos com este espírito e voltar ao lugar. Ninguém esperava chegar tão longe, mas estamos orgulhosos e nada lamentamos. Vamos continuar a lutar."

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório