Sociedade

Empresa lusa é finalista de concurso mundial de curtumes

A empresa 'Couro Azul', com sede em Alcanena, é uma das finalistas do concurso mundial de curtumes 'Tannery of the Year'. O galardão distingue as empresas que melhor atuam na área do couro e curtumes ao longo do ano, sendo a empresa portuguesa uma da
Versão para impressão
A empresa 'Couro Azul', com sede em Alcanena, é uma das finalistas do concurso mundial de curtumes 'Tannery of the Year'. O galardão distingue as empresas que melhor atuam na área do couro e curtumes ao longo do ano, sendo a empresa portuguesa uma das duas finalistas europeias da competição, a par da austríaca Wollsdorf Leder. 
 
Naquela que é a sua quarta edição, a iniciativa anunciou esta empresa de Portugal e outra da Áustria como as duas finalistas entre as onze fábricas de curtumes candidatas. A escolha foi feita tendo em conta o desempenho e os critérios de responsabilidade social de cada uma.
 
O concurso tem como objetivo 'destacar os melhores exemplos das indústrias de couro a nível global, associadas a uma produção amiga do ambiente e a critérios de responsabilidade social. Além disso, são ainda tidos em conta fatores como inovação, estabilidade e solidez financeira e ainda boas parcerias com clientes e fornecedores. A final realiza-se em Xangai, na China, em Setembro de 2014. 
 
De recordar que, em Junho de 2013, a empresa 'Couro Azul' conseguiu também um contrato de um ano, no valor de 20 milhões de euros, para fornecer couro português para a Porsche, fazendo com que o novo modelo da marca de automóveis de luxo alemã conte com assentos e tablier com selo português.
 
Segundo Pedro Carvalho, Presidente do Conselho de Administração, citado pelo jornal 'O Mirante', no último ano, a 'Couro Azul' criou cem novos postos de trabalho, nomeadamente jovens da região.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub