Ciência

Eclipse estelar em imagens inéditas

Uma equipa de astrónomos conseguiu, pela primeira vez na História, capturar imagens de alta resolução que revelam o processo que está na origem do eclipse da estrela Epsilon Aurigae, verificado a cada 27 anos. As imagens foram divulgadas na revista <
Versão para impressão
[Foto: NASA/JPL-Caltech]

Uma equipa de astrónomos conseguiu, pela primeira vez na História,
capturar imagens de alta resolução que revelam o processo que está na
origem do eclipse da estrela Epsilon Aurigae, verificado a cada 27 anos. As imagens foram divulgadas na revista Nature.

O fenómeno tem intrigado astrónomos desde o século XIX, altura em que a Epsilon Aurigae foi identificada como uma estrela binária eclipsante, formada por uma supergigante e uma outra estrela menos luminosa com a mesma massa, adianta a BBC.

As imagens agora capturadas revelam que o eclipse é provocado pela intrusão de uma estrutura de poeira em forma de disco, de material semelhante ao encontrado na era de formação da Terra e de outros planetas do Sistema Solar, há quatro mil milhões e meio de anos.

O disco tem uma extensão equivalente à da órbita de Júpiter e encobre estrela que acompanha a Epsilon Aurigae, localizada a cerca de dois mil anos-luz da Terra.

Os dados foram recolhidos graças à técnica usada pelo “maior telescópio óptico da Terra, com 330 metros de diâmetro”, desenvolvido em parceria pela Universidade do Michigan e a Universidade Estatal da Georgia e que permitiu capturar as imagens divulgadas, explica Brian Kloppenborg, um dos autores do estudo.

O eclipse agora documentado em imagens teve início no segundo semestre de 2009 e acredita-se que deve prolongar-se até ao final deste ano.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório