Ciência

Descoberto novo planeta-anão no nosso sistema solar

Plutão, afinal, não está sozinho no sistema solar. Na Cintura de Kuiper foi descoberto um "primo", batizado de 2015 RR245. São necessários 700 anos para este planeta-anão completar uma órbita à volta do Sol.
Versão para impressão
Plutão, afinal, não está sozinho no sistema solar. Na Cintura de Kuiper foi descoberto um "primo", batizado de 2015 RR245. São necessários 700 anos para este planeta-anão completar uma órbita à volta do Sol.

No caso de RR245, descoberto pelo observatório Mauna Kea, no Havai, são necessárias 18,5 horas para a luz solar chegar à sua superfície. No ponto mais distante da sua órbita chega a estar a 19 milhões de quilómetros do Sol. Os dados são surpreendentes para as suas dimensões: o pequeno planeta tem apenas 700 quilómetros de diâmetro.

Muito ainda permanece por descobrir em RR245. As suas origens e a evolução da sua órbita permanecem um mistério. No entanto os cientistas consideram haver condições de estudo no seu tamanho e luminosidade.

Michele Bannister, da Universidade de Victoria na Colúmbia Britânica, uma pós-doutorada envolvida no projeto, diz que "os mundos gelados para lá de Neptuno ajudam-nos a descobrir a história do nosso Sistema Solar. Mas quase todos esses mundos gelados são dolorosamente pequenos e frágeis: é realmente excitante encontrar um que seja suficientemente grande e luminoso para que o possamos estudar em detalhe".

Tecnicamente o astro foi descoberto em 2015, mas foi só em Fevereiro deste ano que os investigadores o avistaram pela primeira vez, enquanto estudavam os registos de imagens do Outer Solar System Origins Survey (OSSOS), captadas em Setembro de 2015.

Notícia sugerida por Elsa Martins

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub