Inovação e Tecnologia

Criado software de escrita em Braille em ecrãs táteis

NULL
Versão para impressão
Um estudante universitário norte-americano desenvolveu um software que ajuda os invisuais a escrever em braille num ecrã tátil padrão. A invenção surgiu no âmbito de um programa de computação promovido anualmente pela Universidade de Stanford, nos EUA, que convida os melhores estudantes do país a solucionar diferentes desafios tecnológicos. 
 
Este ano o desafio proposto foi a criação de um software que permitisse a utilização de um 'tablet touchscreen' por deficientes visuais a um custo mais acessível e com um design mais eficiente do que os que são atualmente comercializados.

Embora existam já dispositivos no mercado para ajudar os cegos a enviar e-mails e escrever em Braille em suportes eletrónicos, estes são normalmente muito pesados e têm preços demasiado elevados, custando entre 3.000 e 6.000 dólares cada.
 

Para resolver este problema, Adam Duran, com a ajuda dos mentores Adrian Lew e Sohan Dharmaraja, lançou-se então na produção de um software com uma tecnologia muito particular, que “constrói” botões à volta dos dedos do utilizador quando este toca no ecrã. Duran descreve-o como um “tablet padrão que tem maior capacidade e custa um décimo do preço que se vê atualmente”. 
 
Ao fim de oito toques, as teclas orientam-se automaticamente de forma a adaptar-se aos dedos da pessoa em questão e, para interagir com o aparelho, é apenas necessário arrastá-los pelo ecrã. Além disso, o teclado pode ser reiniciado a qualquer momento, bastando para isso levantar os dedos e voltar a tocar no ecrã.
 
O software foi desenhado de forma a poder ser incorporado em qualquer dispositivo tátil, o que permitirá oferecer uma alternativa eficiente, barata e portátil ao público a que se destina.

[Notícia sugerida por Anabela Figueiredo]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório