Ambiente

Costa de Caparica recuperou areia

A praia da Costa de Caparica registou um aumentou de 720 mil metros cúbicos de areia no passado mês de maio, apesar de não ter havido intervenção nesse sentido conforme anunciou um responsável do Instituto Nacional da Água (INAG), o engenheiro Antóni
Versão para impressão
A praia da Costa de Caparica registou um aumentou de 720 mil metros cúbicos de areia no passado mês de maio, apesar de não ter havido intervenção nesse sentido conforme anunciou um responsável do Instituto Nacional da Água (INAG), o engenheiro António Rodrigues na sessão de esclarecimento ontem para a população local.

O engenheiro do INAG afirmou que o “mar foi benevolente” e que, além de “não se ter perdido nada, ainda se acumulou 720 mil metros cúbicos de areia”, mesmo com um inverno “atípico”, conforme cita a Lusa.

O protocolo celebrado entre o INAG e o Porto de Lisboa prevê que a alimentação artificial seja plurianual, mas a recuperação natural do sistema este ano levou a uma alteração do calendário.

Segundo os dados avançados pelo INAG, após a alimentação artificial da frente de praias -Costa de Caparica e S. João da Caparica – realizadas em 2008 e 2009 e feita a monitorização do comportamento das praias e das zonas submersas “não houve necessidade” do enchimento para 2010.

“Isto não significa o abandono da Costa da Caparica, no entanto, se o sistema recuperou por ele próprio, não foi necessária a nossa intervenção”, justificou o responsável.

O objetivo da alimentação artificial das praias é contrariar a tendência erosiva que estas praias apresentam e repor o equilíbrio nas zonas de berma e espraiamento.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório