Saúde

Cirurgias em 3D já começaram a ser testadas

As cirurgias em 3D já chegaram aos blocos operatórios, oferecendo aos médicos uma nova perspetiva do interior do corpo dos pacientes.
Versão para impressão
As cirurgias em 3D já chegaram aos blocos operatórios, oferecendo aos médicos uma nova perspetiva do interior do corpo dos pacientes que promete facilitar e tornar mais preciso o trabalho de muitos especialistas. 
 
A empresa Olympus desenvolveu uma técnica, ainda em fase de ensaios, que constitui uma verdadeira revolução na realização de intervenções cirúrgicas e que está a ser testada desde Dezembro pelo Hospital Universitário Clínic de Barcelona. 
 
Trata-se da cirurgia de alta definição em 3D, que, recorrendo a óculos especiais, dá aos médicos a possibilidade de observar o corpo a três dimensões. Tudo graças a um sistema que capta as imagens através de duas lentes, processando-as depois com recurso a dois processadores que as enviam, finalmente, a um misturador, responsável pela sua junção.
 
A sobreposição de imagens chega, após todo o processo, a um ecrã, que dá aos cirurgiões um novo ponto de vista sobre os vários recantos do corpo humano. A cirurgia, aplicável a qualquer tipo de intervenção laparoscópica, permite reduzir consideravelmente o tempo de operação e melhorar a visibilidade, já que oferece profundidade às imagens.
 
“Intervenções cirúrgicas que anteriormente demoravam cinco horas passam a ser feitas em apenas duas se utilizarmos esta técnica. Há planos muito complicados de visualizar, como os da próstata ou do reto que, graças a este novo sistema, podemos ver perfeitamente”, explicou Antonio de Lacy, coordenador da equipa de cirurgia gastrointestinal que tem testado a tecnologia em primeira mão.
 
Estas novas cirurgias facilitam, portanto, a abordagem à zona que será sujeita à operação e aumentam a segurança do paciente.
 
Desde o início do mês passado, a equipa de especialistas já efetou um total de 14 cirurgias laparoscópicas (procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos) utilizando o 3D e todas com resultados “ótimos”, frisou o coordenador em declarações ao site do Hospital.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]
 
 
 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório