Ambiente

Centro de recuperação libertou 192 animais

O Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS), em Gouveia, libertou durante o ano passado 192 animais que estavam em recuperação no CERVAS. Os números divulgados pelo CERVAS configuram 2010 como o melhor ano até ao mome
Versão para impressão
[Fotografia: CERVAS]
O Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens
(CERVAS), em Gouveia, libertou durante o ano passado 192 animais que
estavam em recuperação no CERVAS. Os números divulgados pelo CERVAS
configuram 2010 como o melhor ano até ao momento a nível de devolução de
animais recuperados à natureza por parte desta instituição.

O distrito de Guarda foi a principal área de origem de animais, seguida de Coimbra e Portalegre. Os dados de 2010 tornam evidente que há maior percentagem de libertação e menor de eutanásia quando os animais são entregues de forma imediata aos cuidados da instituição.

Das 192 libertações, 104 foram organizadas e divulgadas na comunidade local, o que permitiu a presença de um total de 4.000 pessoas, na maioria crianças e jovens em idade escolar, mas também representantes de associações locais, nomeadamente de caçadores e de entidades ligadas à conservação da Natureza e de autarquias.

Ainda durante o ano de 2010 decorreram 16 estágios (curriculares e voluntários) em diversas áreas, com destaque para a Medicina Veterinária e Biologia. De acordo com o CERVAS, em comunicado, foram realizadas diversas acções de formação e estabeleceram-se novas parcerias e protocolos de colaboração com entidades nacionais e internacionais, com vista a um melhor funcionamento do centro.

O CERVAS é uma estrutura do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE), atualmente sob a gestão da Associação ALDEIA. O trabalho do CERVAS consiste na receção e tratamento de animais recolhidos no decorrer de incidentes vários, com o objetivo final de os libertar no local onde foram encontrados.

Pode consultar estas e outras conclusões no Relatório Anual de Atividades do Cervas clicando aqui.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub