Saúde

Caminha: hospital para demências em 2011

O antigo hospital psiquiátrico da Gelfa, em Caminha, encerrado há dez anos, deverá reabrir no final do ano que vem, em 2011, depois de ter sido remodelado para uma unidade de cuidados continuados vocacionado para a área das demências.

Versão para impressão
O antigo hospital psiquiátrico da Gelfa, em Caminha, encerrado há dez anos, deverá reabrir no final do ano que vem, em 2011, depois de ter sido remodelado para uma unidade de cuidados continuados vocacionado para a área das demências.

O Instituto S. João de Deus, responsável pela gerência da nova unidade, quer dar resposta a todos os quadros degenerativos do sistema nervoso central, o mais conhecido dos quais é a doença de Alzheimer.

A instituição garantiu em comunicado citado pela Lusa que “não será um asilo, onde os doentes permanecerão `ad aeternum´, mas sim um local onde será trabalhada a autonomia de cada um, para promover o seu regresso ao meio familiar”.

Acrescentou que, paralelamente, será também trabalhada a “retaguarda social e familiar”, preparando-a para acompanhar o doente depois de este sair do hospital.

O antigo hospital psiquiátrico foi alvo de obras de reabilitação, orçadas em 2 milhões de euros, que foram dadas por concluídas em 2005.

Segundo o deputado socialista Jorge Fão, a burocracia que há mais de três anos estava a emperrar o processo foi ultrapassada esta segunda feira, com a assinatura do protocolo pelo qual o Estado cede o edifício ao Instituto S. João de Deus.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub