Mundo

Brasil quer transformar edifícios olímpicos em escolas

No Brasil há um projeto que propõe transformar alguns dos edifícios olímpicos do Rio 2016 em escolas primárias e secundárias. A Arena do Futuro, por exemplo, poderá dar origem a quatro escolas primárias com capacidade para mais de 500 alunos cada.
Versão para impressão
A cidade do Rio de Janeiro quer transformar os edifícios olímpicos do Rio 2016 em escolas, piscinas públicas e espaços de cultura. A Arena do Futuro, por exemplo, poderá dar origem a quatro escolas primárias com capacidade para mais de 500 alunos cada.

As várias piscinas do parque olímpico são desmontáveis: uma ficará no Rio de Janeiro para ser usada por atletas e pela população geral e as outras piscinas serão distribuídas por outros municípios do Brasil.

O estádio Arena Carioca 1 vai ser transformado numa casa de espetáculos e eventos, sendo que os restantes estádios – Arena Carioca 2, o Velódromo e o Centro de Ténis – vão transformar-se em centros de treino para atletas do Brasil.

As restantes arenas serão transformadas em escolas, sendo que a Arena do Futuro vai dar origem a quatro colégios.

“Toda a estrutura de aço e cimento será usada para construir quatro novas escolas em Camorim, Cidade de Deus, Anil, na Zona Oeste, e São Cristóvão, na Zona Norte”, disse o presidente da câmara do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, numa conferência de imprensa.

A revitalização também vai transformar numa escola secundária a estrutura do edifício que alojou os mais de 20 mil jornalistas presentes na cobertura do evento.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub