Literatura

Brasil: português esgota romance em feira literária

NULL
Versão para impressão
O escritor português, Valter Hugo Mãe, esgotou o seu romance na Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), no Brasil, na passada sexta-feira. A obra “A máquina de fazer espanhóis” foi o único livro a esgotar na livraria do evento, cerca de 500 exemplares, segundo avança o Público.

O escritor esteve cerca de quatro horas e meia a dar autógrafos durante o evento, tendo surgido em destaque na capa dos principais jornais brasileiros do fim de semana.   

O escritor português foi o único a ter um livro esgotado na FLIP, que decorre desde 2003, na livraria da Vila, conhecida cadeia de livrarias de São Paulo que todos os anos realiza o festival na cidade de Paraty.  

Além da obra que esgotou durante a festa literária, também o romance “O remorso de Baltazar Serapião”, do mesmo autor, esteve à venda nas prateleiras, tendo sido editado no Brasil há poucos meses pela editora “34”.

O romance “A máquina de fazer espanhóis” conta a história de António Silva, de 84 anos, que atravessa a fase mais feliz da sua vida, e se confronta com uma alegria complexa e difícil de aceitar, transformando completamente o seu mundo. A obra foi lançada em Portugal, em 2010, pela editora “Objetiva”.

Sobre o autor

Valter Hugo Mãe, além de escritor é também artista plástico, cantor e dj. Editou quatro romances, tendo ganho o prémio literário José Saramago, em 2007, com a obra “O remorso de Baltazar Serapião”. 

Veja aqui o site de Valter Hugo Mãe.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório