Desporto

Bola: Portugal vence torneio do Parlamento Europeu

A equipa lusa sagrou-se, quarta-feira, campeã do Torneio Europeu de Futebol 2012 do Parlamento Europeu. A prova decorreu na cidade de Bruxelas e o resultado obtido é encarado como um incentivo para os futebolistas portugueses no Euro 2012.
Versão para impressão
A equipa lusa – composta por eurodeputados e ex-futebolistas – sagrou-se, esta quarta-feira, campeã do Torneio Europeu de Futebol 2012 do Parlamento Europeu. A prova decorreu na cidade de Bruxelas e o resultado obtido é encarado como um incentivo para os futebolistas portugueses no Euro 2012.

O grupo português foi composto por eurodeputados e ex-jogadores, nomeadamente Pedro Mendes e Neno. No torneio participaram equipas de 15 países da União Europeia, uma seleção de funcionários do parlamento e outra de jornalistas, sendo que a final foi disputada entre esta última e a equipa nacional.

De acordo com a Agência Lusa, a prova foi também aproveitada como meio de promoção a Guimarães, Capital Europeia do Desporto 2013. O campeonato decorreu na Praça Simone Veil, em frente ao Parlamento Europeu, seguido da entrega dos troféus, um dos quais dirigido a Pedro Mendes enquanto melhor marcador do torneio.

No final do evento, José Manuel Fernandes, eurodeputado do PSD e capitão da equipa portuguesa, salientou a importância da vitória, declarando que “ficou provado que quem acredita pode conseguir”. Pedro Mendes reforçou a ideia do deputado, encarando a conquista do título como um incentivo para que a seleção das quinas consiga “ir mais longe” no Euro 2012.

Esta foi a primeira prova desportiva do género na história do Parlamento Europeu e da União Europeia. Organizado com o intuito de fomentar o desporto e o fair-play, o Torneio Europeu de Futebol 2012 foi inaugurado pelo pontapé de saída do presidente do Parlamento, Martin Schulz.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório