Sociedade

Aveiro: Melhores alunos ficam livres de propinas

Todos os caloiros que escolherem a Universidade de Aveiro (UA) como primeira opção no concurso nacional de acesso e que tenham uma nota igual ou superior a 17,5 valores vão estar isentos do pagamento de propinas durante um ou mais anos, revelou esta
Versão para impressão
Todos os caloiros que escolherem a Universidade de Aveiro (UA) como primeira opção no concurso nacional de acesso e que tenham uma nota igual ou superior a 17,5 valores vão estar isentos do pagamento de propinas durante pelo menos um ano, revelou esta semana a instituição.

A UA vai começar a atribuir as bolsas já no próximo ano letivo (2016-2017) sendo que os estudantes contemplados podem, inclusive, beneficiar da isenção até ao final da licenciatura, caso prossigam os estudos, bastando que para isso que, ao longo dos anos e sem interrupções, mantenham ou superem a média com que entraram na UA.


“Encaramos estas bolsas (…) como um investimento no futuro: no futuro dos candidatos, mas também no futuro do país e no futuro da instituição”, refere em comunicado Gonçalo Paiva Dias, Vice-reitor da UA.

Com estas bolsas “queremos atrair para a UA ainda mais alunos de qualidade excecional, mas também incentivar esses alunos a manter essa mesma excelência durante todo o seu percurso de formação”, acrescenta.
 

O regulamento de atribuição de bolsas de estudo aos melhores caloiros encontra-se em processo de consulta pública, podendo ser consultado em http://www.ua.pt/gaqap/uaemmudanca. 

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório