Ambiente

Arraiolos ganha prémio mundial de iluminação urbana

Arraiolos ganhou, este mês, o prémio internacional Auroralia 2011 que distingue as melhores iniciativas em termos de iluminação urbana sustentável.
Versão para impressão
Arraiolos ganhou, este mês, o prémio internacional Auroralia 2011 que distingue as melhores iniciativas em termos de iluminação urbana sustentável. A cidade portuguesa conquistou o primeiro lugar ao implementar o primeiro projeto de regeneração de iluminação urbana e decorativa de grande escala em Portugal, baseado unicamente em tecnologia LED.
 
O galardão, atribuído pela Schréder e a LUCI, foi entregue numa cerimónia em Lyon, França, depois de os três melhores projetos terem sido escolhidos por representantes da imprensa especializada de vários países, que concedeu o 2º lugar à cidade de Nivelles, na Bélgica, e o 3º à cidade de St. Helens, no Reino Unido, dando ainda uma menção especial a Remchingen, na Alemanha.
 
De acordo com um comunicado da Schréder no seu site oficial, a vitória de Arraiolos deve-se ao trabalho implementado na cidade, que “mostra o património cultural e melhora o conforto e a eficiência da iluminação pública integrando-se perfeitamente no centro histórico, com significativas economias de energia”, o que impressionou o júri do concurso.
 
Com o trabalho desenvolvido, Arraiolos tinha três objetivos principais: aumentar os níveis de iluminação, oferecer melhor qualidade de iluminação e reduzir drasticamente o consumo de energia e as emissões de CO2.

Luminária especial ajuda a poupar energia

Para o concretizar, as autoridades locais trabalharam com designers de iluminação que produziram uma luminária especial – a Rivara – capaz de economizar cerca de 50% por candeeiro. Além disso, os equipamentos de iluminação contam com um sistema de telegestão remoto que adequa os níveis de iluminação durante o período noturno, gerando uma economia de energia adicional na ordem dos 30%.

 
A Câmara Municipal de Arraiolos explica que a iluminação urbana no centro histórico, agora premiada, se insere “no projeto de salvaguarda, valorização e requalificação” do concelho promovido pela autarquia, sendo que esta constitui uma “mais-valia na eficiência energética” local.
 
O prémio Auroralia contou com um total de 19 candidaturas provenientes de 16 países diferentes, numa competição que a Schréder diz ter sido de “altíssima qualidade”, e que permitiu “descobrir novas e impressionantes instalações de iluminação que não só reduzem a pegada ecológica, mas ilustram a sua importância sócio-económica, dimensão educativa e originalidade”.

Saiba mais detalhes sobre os três melhores projetos no site da Schréder, clicando AQUI.

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes]

 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório