Ambiente

Zona Oeste vai explorar energia das ondas

O governo concedeu às Redes Energéticas Nacionais (REN) uma zona piloto na região Oeste com cerca de 20 quilómetros, situada próximo de São Pedro de Moel, para a exploração da energia das ondas. A meta até 2020 é a de produzir 250 megawatts de energi
Versão para impressão
O governo concedeu às Redes Energéticas Nacionais (REN) uma zona piloto na região Oeste com cerca de 20 quilómetros, situada próximo de São Pedro de Moel, para a exploração da energia das ondas. A meta até 2020 é a de produzir 250 megawatts de energia elétrica.

A energia das ondas ainda não é das tecnologias mais avançadas a nível nacional se compararmos com as outras energias renováveis. De acordo com o ministro da Economia Vieira da Silva o governo tem “planos para maximizar a exploração da energia hídrica”.

“Uma das componentes essenciais da Estratégia Nacional de Energia reside no aumento da produção de eletricidade a partir de energias renováveis, subindo o seu peso no complexo global energético do País. Portugal tem vindo a desenvolver de forma intensa o seu parque eólico, tem planos para maximizar a exploração de energia hídrica, tem objetivos ambiciosos no plano da energia solar, mas também estamos interessados em explorar as imensas potencialidades da energia das ondas”, justificou o ministro da Economia.

A resolução visa diversificar as fontes energéticas renováveis e de forma a gerir um cluster energético industrial ligado às atividades do mar e da energia.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close