Negócios e Empreendorismo

Vinho: Exportações aumentaram 10% em 2012

As exportações de vinho em Portugal voltaram a subir pelo terceiro ano consecutivo. O Instituto da Vinha e do Vinho refere que este foi um ano "fortemente positivo" com um saldo de 620 milhões de euros.
Versão para impressão
As exportações de vinho em Portugal voltaram a subir pelo terceiro ano consecutivo. Os resultados de expedição do ano passado cresceram 10,1% em relação ao ano de 2011, com o saldo entre as exportações e importações na ordem dos 620 milhões de euros.
 
Segundo o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), 2012 encerrou com um saldo “fortemente positivo”, registando-se um “crescimento positivo em 10 meses do ano”. O organismo refere que foi “ultrapassada pela primeira vez a barreira dos 700 milhões de euros, com as exportações a atingirem um valor de 704 milhões de euros”.
 
Em comparação com o ano de 2011, as exportações registaram um crescimento de 8,8% em volume de transações e de 7,1% em valor. Os resultados para 2012 são animadores para a indústria vinícola que viu os níveis de exportações acima das importações nesse ano.
 
A expedição da mercadoria para fora do espaço comunitário (11,9%) foi superior às exportações dentro da Europa (3,9%), mas, apesar destes resultados, os países intracomunitários mantiveram-se como destino principal em volume com 55% da produção transacionada.
 
Cerca de 42% do peso das exportações corresponde aos Países Terceiros (que não pertencem à União Europeia), com 297 milhões de euros, dos quais 215 milhões correspondem a negócios ligados aos vinhos do Porto e da Madeira e às classificações de Denominação de Origem Protegida e Indicação Geográfica Protegida.
 
Entre os dez principais mercados mundiais de vinhos encontram-se Angola, Suíça, Estados Unidos da América, Canadá e Brasil. Com exceção do mercado brasileiro, todos os outros fecharam o ano de 2012 com resultados positivos de volume, valor e de preço médio.
 
A Alemanha registou os maiores níveis de crescimento no plano das exportações de vinhos em volume, com 10,3%, e posicionou-se em segundo lugar quanto ao valor, com 11,9%.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close