i9magazine

VineScout em ensaios de campo no Douro Symington apoia a criação de um “robô da vinha”

Versão para impressão

O Douro tem sido uma região de excelência dos vinhos em Portugal, conhecido pelos métodos históricos de lavoura e por uma prática tradicional de vitivinicultura. No entanto, com os desafios sociais, económicos e ambientais, tem sido importante pensar em novas formas de tornar as práticas mais sustentáveis, de forma a antecipar e garantir o futuro do setor. Por isso mesmo, está a ser desenvolvido um robô de monitorização da vinha autónomo e com recurso a propulsão elétrica e energia solar, que pretende garantir melhorias na vitivinicultura no Douro e outras regiões da Europa.

O projeto VineScout foi iniciado em dezembro do ano passado e é financiado pelo Horizonte 2020, um Programa-Quadro Comunitário de Investigação e Inovação da Comissão Europeia, tendo como grande objetivo o desenvolvimento de um robô acessível, fiável e fácil de operar que possa fazer medições de parâmetros chave da vinha que apoiem a vitivinicultura (por exemplo, a disponibilidade de água e vigor das videiras). A Symington Family Estates é o único player do setor vitivinícola – a nível europeu – escolhido para integrar este projeto, contribuindo com o conhecimento aprofundado de end user.

Do consórcio fazem ainda parte mais quatro parceiros: Universidade de Valencia e Universidade de La Rioja (Espanha); Wall-YE Robots & Software (França); e Sundance Multiprocessor Technologies (Reino Unido). A coordenação do projeto – que tem financiamento até 2019 –  está a cargo de Francisco Rovira-Más, professor da Universitat Politécnica de Valencia e especialista em robótica e engenharia agrícola. O VineScout está orçado em mais de dois milhões de euros, sendo que o contributo da União Europeia está fixado em cerca de 1,7 milhões de euros.

Primeira fase de ensaios

Esta semana, o VineScout esteve a ser testado no terreno nas vinhas da Coleção de Castas da Quinta do Ataíde (Douro Superior) da Symington, permitindo aos investigadores perceber a usabilidade do robô em contexto real de forma a avançar para a próxima etapa de desenvolvimento. Durante estes ensaios, decorreu o evento “Dias de Agronomia” no qual participaram outras empresas nacionais produtoras de vinho, universidades e institutos de investigação e start-ups tecnológicas, que puderam acompanhar as provas de campo e participar numa mesa redonda de partilha de ideias. Fernando Alves, responsável da Symington para Investigação e Desenvolvimento Viticultura, afirma estar muito satisfeito com o desenrolar dos ensaios práticos e considera que o contributo dos participantes foi de grande valor para o avanço do projeto.

Para mais informações sobre o VineScout, aceder a www.vinescout.eu.

O conteúdo VineScout em ensaios de campo no Douro Symington apoia a criação de um “robô da vinha” aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close