Mundo

Vila norueguesa vai ser iluminada por espelhos

Pela primeira vez na história, os residentes da pequena vila de Rjukan, "encaixada" entre duas montanhas no sul da Noruega, vão poder desfrutar da luz solar durante o Inverno graças a um sistema composto por três espelhos gigantes.
Versão para impressão
Pela primeira vez na história, os residentes da pequena vila de Rjukan, “encaixada” entre duas montanhas no sul da Noruega, vão poder desfrutar da luz solar durante o Inverno graças a um sistema composto por três espelhos gigantes. 
 
A solução vai colocar um ponto final nos seis meses de “escuridão” que os atuais 3.500 habitantes locais enfrentam anualmente e que, sempre que querem apanhar sol, os obrigam a pôr-se ao volante e a conduzir vários quilómetros até fora do vale onde fazem as suas vidas diárias.
 
Com o objetivo de alterar esta realidade, a autarquia local decidiu tornar realidade uma ideia com cerca de um século (a mesma idade da vila): instalar três espelhos gigantes ao longo de 400 metros no topo de uma das montanhas de forma a fazer refletir os raios solares em direção à praça central de Rjukan. 
 
Há 100 anos, Sam Eyde, um industrial norueguês, viu a comunidade local, de apenas 300 habitantes, dar um enorme salto após a criação da sua companhia de fertilizantes em Rjukan. A população passou para mais de 10.000 pessoas em 1913, o que o levou a considerar que seria importante desenvolver um projeto que levasse os raios solares até ao centro da vila.
 
“Foi um dos poucos projetos que Eyde foi incapaz de completar devido à falta de tecnologia apropriada”, explicou Steinar Bergsland, atual presidente da câmara de Rjukan, em entrevista à AFP. 
 
À data, Eyde acabou por desistir e construir uma espécie de “elétrico”, que ainda funciona, e que permite aos habitantes recarregar os seus níveis de vitamina D, subindo até ao cume da montanha para apanhar sol.
 
Há cerca de 10 anos, Martin Andersen, um artista parisiense, mudou-se para a vila e decidiu recuperar o conceito pensado pelo industrial. “Apercebi-me de quanto mais o Inverno avançava, mais longe era preciso conduzir para aproveitar a luz do sol, por isso perguntei a mim próprio: porque não mover os raios solares em vez de nos mover-nos a nós?”, recordou.
 
Assim ressurgiu a ideia de “transportar” a luz solar até aos cidadãos e o projeto planeado conseguiu um financiamento de cerca de 615.000 euros (a maioria proveniente de patrocionadores) que permitiu a instalação de três espelhos com 17 metros quadrados cada erguidos sobre a vertente norte da vila de Rjukan.


Os espelhos conseguem iluminar uma área de cerca de 600 metros quadrados no centro da vila
 

O sistema de espelhos, que deverá ser inaugurado já no início de Novembro, dependendo das condições atmosféricas, será controlado por computadores e cada espelho vai “seguir” o sol para refletir os raios solares e levá-los até à praça central, iluminando uma área elíptica com cerca de 600 metros quadrados.
 
Embora tenha gerado polémica entre alguns cidadãos, que preferiam o investimento em escolas e jardins-de-infância, os responsáveis acreditam que o esforço vale a pena. “Há pessoas que o consideraram um projeto 'Mickey Mouse' e é verdade que é um pouco louco, mas temos de pensar mais além e explorar novos caminhos”, defendeu o autarca Steinar Bergsland.
 
A mesma opinião é partilhada por Oyestein Haugan, um dos coordenadores do projeto. “É verdade que a ideia é louca, mas loucura é o nosso nome do meio”, brincou, acrescentando que, depois dos testes finais e após “aproveitarem o sol, as pessoas estão elas próprias a brilhar”.
 
Além de aumentar a alegria entre os habitantes, as autoridades locais esperam que a inovação consiga atrair a atenção dos média e, consequentemente, fazer crescer o número de turistas que visitam Rjukan.

Caso tal aconteça, a vila ambiciona mesmo ser incluída na lista do Património Mundial da Humanidade já em 2015 como um exemplo de génio industrial humano.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close