Mundo

Vídeo viral: Raio-X gigante promove amor “sem rótulos”

Uma campanha norte-americana destinada a promover o amor e a celebrar diversidade está a tornar-se viral. O vídeo da ação "Love Has No Labels" ("O Amor Não Tem Rótulos", em português) já soma mais de 15 milhões de visualizações em dois dias.
Versão para impressão
Uma campanha norte-americana destinada a promover o amor e a celebrar diversidade está a tornar-se viral. O vídeo da ação “Love Has No Labels” (“O Amor Não Tem Rótulos”, em português) já soma mais de 15 milhões de visualizações em dois dias e tem como objetivo combater o “preconceito inconsciente”.
 
A campanha foi lançada a 14 de Fevereiro, dia de São Valentim, pela organização de publicidade cívica norte-americana Ad Council e pela agência R/GA, com sede em Nova Iorque. A empresa instalou, numa praça da Califórnia, um enorme “ecrã” de raio-x atrás do qual se esconderam pessoas de diferentes géneros, raças, orientações sexuais ou religiões.
 
O vídeo da iniciativa, partilhado esta semana, mostra, tal como numa radiografia, esqueletos que dançam, trocam beijos, dão as mãos e partilham abraços sem que a audiência saiba se se trata de homens, mulheres ou crianças, qual é a cor da sua pele ou em que Deus acreditam.
 
A identidade dos participantes é revelada gradualmente e é durante a primeira revelação que começa a surpresa: detrás do ecrã sai um casal de mulheres, que trocam mais um beijo e são, depois, seguidas de um casal interracial, duas grandes amigas – uma delas portadora de deficiência -, um casal homossexual com o filho, um casal de idosos e dois vizinhos que partilham uma grande amizade apesar das suas diferentes crenças.


Um dos exemplos da campanha é o de dois vizinhos de diferentes religiões e afirmam ser grandes amigos
 

“Embora a maioria dos norte-americanos não se considere preconceituosa, muitos continuam a julgar as pessoas com base naquilo que veem, quer se trate da raça, da idade, do género, da religião, da sexualidade ou da deficiência”, explicam os promotores da iniciativa, acrescentando que esta é uma das razões pela qual muitos cidadãos dizem sentir-se discriminados.
 
Segundo a agência responsável pela campanha, “o preconceito inconsciente tem implicações profundas na forma como vemos e interagimos com aqueles que são diferentes de nós” e pode tornar impossível para alguém “encontrar um emprego, garantir um empréstimo, alugar uma casa ou mesmo beneficiar de um julgamento justo” em tribunal.
 
A iniciativa, que conta com o apoio de oito organizações norte-americanas sem fins lucrativos, propõe-se, portanto, “desafiar a população a abrir os olhos em relação ao precoceito e a trabalhar para pôr fim à desigualdade junto de amigos, familiares e colegas de trabalho”.
 
No site oficial da campanha “Love Has No Labels” é possível encontrar várias histórias de pessoas que já foram vítimas de discriminação, bem como dicas práticas para combater o preconceito em casa, no local de trabalho ou noutros contextos e até um questionário que nos ajuda a perceber, afinal, como julgamos aqueles que nos rodeiam, mesmo que de forma inconsciente.

Clique AQUI para aceder ao site e saber mais sobre a iniciativa (em inglês).

Veja abaixo o vídeo da iniciativa que está a tornar-se viral.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close