Mundo

Vídeo: Cão perdido reencontra donos após 17 meses

Um cão desaparecido nos EUA após a passagem do furacão Sandy, em Novembro de 2012, reencontrou-se, a semana passada, com os seus donos depois de uma ausência de 17 meses.
Versão para impressão
Um cão desaparecido nos EUA após a passagem do furacão Sandy, em Novembro de 2012, reencontrou-se, a semana passada, com os seus donos, depois de uma ausência de 17 meses. Inicialmente, a família achou que se tratava de uma partida do Dia das Mentiras, mas o reaparecimento de Wesley acabou por ser confirmado e por se tornar a melhor notícia que todos podiam receber.
 
De acordo com o departamento de polícia da região norte-americana de West Windsor, um dos agentes, Brodowski, deslocou-se, na manhã do Dia 1 de Abril, à área de Manor Ridge e Sontelea em sequência de ter recebido um alerta telefónico de que havia um animal perdido na zona em questão. 
 
Ao chegar, Brodowski deparou-se com um labrador “muito grande e muito amigável” que, sem hesitações, saltou para o banco traseiro do carro de patrulha e mostrou estar “mais do que disposto” a dar um passeio, pode ler-se na página oficial do departamento no Facebook. 
 
Através do microchip, o cão, Wesley, foi identificado e a polícia apressou-se em obter as informações necessárias relativas aos donos, Myra e Miguel Cruz, e a contactá-los para tornar possível o tão ansiado reencontro.
 
“A senhora pensou que a chamada telefónica era uma partida do Dia das Mentiras, já que o o seu cão estava desaparecido desde Novembro de 2012”, explica a polícia. “Assegurámos-lhe que não era uma brincadeira e toda a família Cruz viajou, imediatamente, de Hillsborough [onde vivem e de onde o animal desapareceu] para a esquadra de West Windsor”. 
 
Foi na esquadra que Miguel e Myra, na companhia do filho, autista e o melhor amigo do cão, se reencontraram, em ambiente de grande alegria, com o membro canino da família, Wesley. “O Wesley estava claramente muito feliz por voltar a estar com os seus familiares”, garantiu o departamento, que partilhou o vídeo do reencontro. 
 
Em declarações à CBS Local, Miguel Cruz confessou que, apesar de saber que era improvável ter notícias sobre o paradeiro de Wesley, a família nunca perdeu a esperança. “Pensávamos que ele podia ter morrido, mas também considerávamos a hipótese de estar vivo em qualquer lugar e com alguém a tratar dele”, admitiu. 
 
A polícia diz não saber onde o animal terá estado ao longo de quase um ano e meio, mas tudo o que importa aos donos é, agora, conforme Miguel Cruz garantiu à imprensa regional, o facto de Wesley estar de volta e de boa saúde.

Veja abaixo o vídeo do reencontro de Wesley com a família.


 

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close