Sociedade

Viana dá vales sociais para aquisição de alimentos

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai apostar no apoio às famílias mais carenciadas através da criação de vales sociais para a aquisição de produtos alimentares graças à assinatura de protocolos com várias entidades locais de solidariedade socia
Versão para impressão
A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai apostar no apoio às famílias mais carenciadas através da criação de vales sociais para a aquisição de produtos alimentares. A medida tornou-se possível graças à assinatura de protocolos com várias entidades locais de solidariedade social.
 
Em comunicado, a autarquia explica que foram assinados acordos com as comissões sociais de freguesia e inter-freguesia, que identificaram os problemas mais prementes. As famílias que se encontrem em situação de carência extrema vão receber, “de uma forma pontual e com caráter de excecionalidade”, vales sociais para adquirir produtos frescos, em particular carne, peixe, fruta e legumes.
 
De acordo com a Câmara, os vales serão de cinco euros para as frutas e legumes e de 10 euros para a carne e o peixe, sendo entregues após a avaliação cuidadosa da situação socioeconómica das famílias por meio da Divisão de Ação Social.
 
Na mesma ocasião foi ainda assinado um protocolo no valor de 24 mil euros com a Cáritas Diocesana de Viana do Castelo, que procura responder às necessidades da população socialmente desfavorecida, “disponibilizando junto desta apoios em géneros (alimentos, roupa e calçado) e pecuniários (pagamento de consultas médicas, próteses, medicamentos, luz e água”, respostas que outras entidades deixaram de poder fornecer.
 
Outros 24 mil euros serão destinados Gabinete de Atendimento à Família, que promove “os direitos, a qualidade de vida, a inclusão e a cidadania de indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social e/ou económica”.
 
A autarquia dará também três mil euros à fábrica da Igreja Paroquial de São Lourenço da Montaria, uma freguesia muito envelhecida, para que possam continuar a ser prestados “serviços de alimentação e higiene à população durante mais seis meses”. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close