Ambiente

Venezuela proíbe corte de barbatanas dos tubarões

A Venezuela adotou, recentemente, uma série de medidas destinadas a proteger os tubarões nas suas águas, entre as quais a criação de um "santuário" e o fim do corte das barbatanas destes animais.
Versão para impressão
A Venezuela adotou, recentemente, uma série de medidas destinadas a proteger os tubarões nas suas águas. Entre estas medidas estão a proibição da pesca comercial destes animais numa área de 3.730 quilómetros quadrados no Mar das Caraíbas e da prática de corte das barbatanas dos tubarões, que depois são devolvidos ao mar para morrer.
 
“A decisão de proibir o corte das barbatanas dos tubarões significa que agora o país se junta aos restantes países da América do Sul, América do Norte e América Central que baniram essa prática predatória”, afirmou Jill Hepp, responsável máximo do Pew Environment Group, uma organização mundial de conservação dos tubarões, citado pela imprensa internacional.
 
“Em combinação com a criação da zona protegida para procriação em Los Roques e Las Aves – cujas praias primitivas e os recifes de coral atraem muitos mergulhadores e pescadores – este é o derradeiro passo no crescente movimento mundial para salvar estes magníficos animais”, considerou Hepp. 
 
Estas duas zonas foram identificadas pelos cientistas como um importante local de reprodução e criação de populações de diversas espécies de tubarões, incluindo algumas das mais rarascomo o tubarão limão ou o tubarão dos corais das caraíbas, o que motivou um “apertar do cerco” à pesca. 
 
Saliente-se que os tubarões são muito sensíveis à pesca predatória devido a caraterísticas biológicas como a vida longa e a baixa taxa de natalidade. Estima-se que, anualmente, 73 milhões de tubarões sejam mortos devido às suas barbatanas, em especial por culpa da crescente procura pela célebre sopa de barbatana de tubarão.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close