Saúde

Vacina experimental para curar intolerância ao glúten

Uma vacina capaz de curar a intolerância ao glúten poderá vir a revolucionar a vida dos pacientes que sofrem de doença celíaca, travando a reação adversa do organismo à proteína, presente em alimentos como o pão, e permitindo uma dieta normal.
Versão para impressão
Uma vacina capaz de curar a intolerância ao glúten poderá vir a revolucionar a vida dos pacientes que sofrem de doença celíaca, travando a reação adversa do organismo à proteína, presente não apenas no pão, mas também nas massas, nos bolos e até nas salsichas, e permitindo o seguimento de uma dieta normal.
 
A vacina está a ser desenvolvida por uma companhia norte-americana, a Immusant Inc., e foi testada com sucesso em laboratório, pelo que os ensaios clínicos em seres humanos deverão ter início em breve. A “NexVax2”, como foi batizada, reprograma o sistema imunitário, evitando que este desencadeie um ataque em resposta à ingestão de glúten.
 
De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o fármaco, que deverá ser administrado segundo uma série de várias injeções, contém pequenos fragmentos das proteínas responsáveis pela reação excessiva do sistema imunitário durante o processo digestivo mas, uma vez que estas têm dimensões extremamente reduzidas, é possível “ludibriar” o organismo até que este passe a aceitá-las como não sendo prejudiciais à saúde.
 
Desta forma, o corpo habitua-se gradualmente à entrada de níveis mais elevados de glúten no organismo e, quando este for reintroduzido na dieta, deixará de ser considerado uma ameaça. Os ensaios clínicos vão arrancar nos EUA, Austrália e Nova Zelândia e envolverão mais de 100 pacientes.

Segundo um porta-voz da Immusant Inc., a companhia espera que a “NexVax2 reduza dramaticamente a resposta do sistema imunitário ao glúten para que as pessoas retomem uma dieta normal e voltem a sentir-se saudáveis”. 

 
A doença celíaca é uma doença autoimune que afeta milhões de pessoas todo o mundo. Atualmente não há tratamento para a patologia, que, em reação à ingestão de glúten, provoca sintomas como vómitos ou diarreia que podem durar vários dias, aumentando também o risco de osteoporose, infertilidade e cancro no intestino. 

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close