Fitness & Bem-estar

Universitários desenvolvem viagens virtuais pelo Douro

Em breve vai ser possível viajar pelo Douro sem sair de casa. Quatro alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro criaram o "Douro 360º", um site interativo que vai permitir conhecer a região e apreciar as paisagens através do computador.
Versão para impressão
Em breve vai ser possível viajar pelo Douro sem sair de casa. Quatro alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) criaram o projeto “Douro 360º”, um site interativo que vai permitir aos internautas conhecer a região de perto e apreciar as paisagens através do computador.

O site, que tem a sua abertura oficial dentro de 15 dias, mostra em detalhe a região do Douro e garante a qualquer pessoa uma visita virtual por este Património Mundial da Humanidade, de uma forma gratuita. O “Douro 360º” pretender ser uma forma de aproximar quem está longe e de atrair mais turistas para a região.

A página virtual é composta por um conjunto de fotografias panorâmicas que vão permitir ao utilizador navegar de forma interativa por toda a região, como se estivessem presentes no local.

“O visitante vai ter acesso às diferentes panorâmicas. Ou seja, vamos ter uma panorâmica principal e depois, através de spots, vamos poder aceder a outros pontos. É como se nós tivéssemos num local a olharmos à nossa volta, como se estivéssemos lá”, explicou Anabela Sá à agência Lusa, uma das alunas envolvidas no projeto.

Em conjunto com Nelson Fernandes, Beatriz Tavares e João Carlos, os alunos do curso de Comunicação e Multimédia da UTAD escolheram o turismo e o Douro como temas para o trabalho final de licenciatura. “Criamos uma forma interativa de visualizar a paisagem duriense”, explicou Nelson Fernandes.
 
Muitos quilómetros a fotografar

Para construirem este mapa virtual, os quatro alunos da UTAD tiveram de fazer trabalho de campo, percorrendo as zonas mais emblemáticas desta região vinhateira. Um dos pontos em destaque é a Quinta das Carvalhas, da Real Companhia Velha, a maior e uma das mais antigas quintas da região.

“A vista lá de cima é maravilhosa e permite-nos ter uma visão total sobre o Douro”, salienta Anabela Sá. Com a ajuda de uma máquina fotográfica, um tripé e uma cabeça robotizada, os alunos captaram as imagens com um grande grau de pormenor.

Os alunos esperam continuar a trabalhar neste projeto e alargar as vistas panorâmicas a outras regiões, mesmo depois do fim da licencitura. Algumas das apostas do grupo passam pela visita a monumentos, museus ou até mesmo à possibilidade de “entrar num hotel”, para que se conhecer o espaço antes de fazer a marcação da estadia.

Clique AQUI para aceder ao site oficial do “Douro 360º”.

Notícia sugerida por Daniela Meira

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close