Sociedade

Universidade Nova estimula ecologia entre jovens

A Universidade Nova de Lisboa (UNL) lançou, esta quinta-feira, uma campanha destinada a consciencializar os cerca de 400 estudantes que vivem nas três residências da instituição "para uma economia ecológica".
Versão para impressão
A Universidade Nova de Lisboa (UNL) lançou, esta quinta-feira, uma campanha destinada a consciencializar os cerca de 400 estudantes que vivem nas três residências da instituição “para uma economia ecológica”. O objetivo é reforçar o potencial de poupança financeira dos jovens, promovendo comportamentos ambientalmente sustentáveis.
 
A campanha “Think Green ('Pense Verde', em português) – ecoNOVA”, como foi batizada, está a ser coordenada pelos Serviços de Ação Social (SAS) da universidade e quer fazer com que os alunos que habitam nas residências de estudantes adotem comportamentos mais “conscientes e responsáveis” em relação ao consumo de água, eletricidade e gás, além de reforçar hábitos de reciclagem.
 

Em declarações à Lusa, Teresa Lemos, responsável pelos SAS da UNL, explicou que esta campanha pretende “dar um exemplo do que a comunidade pode fazer em benefício próprio” e estimular uma “participação direta e cívica” dos alunos. Além da questão ambiental, a iniciativa rocura também obter, numa altura de crise, obter faturas mensais mais baixas.
 
“O que se pede aos alunos são coisas simples, mas com uma repercussão enorme nos custos”, afirmou Teresa Lemos. Entre os exemplos dos 'sinais' que tentarão sensibilizar os alunos estão, por exemplo, placas que perguntam “Porque não ir a pé?” junto dos elevadores e informações junto aos interruptores que lembram da importância de apagar a luz quando já não é necessária.
 
A campanha vai também tentar incentivar uma utilização menos exaustiva dos aquecimentos, uma questão em que, segundo Teresa Lemos, se observam grandes diferenças entre os estudantes portugueses e os Erasmus. “Os alunos estrangeiros são menos tolerantes ao frio e começam logo a pedir para ligar os aquecimentos no início do ano letivo”, contou a responsável.
 
Todo o processo será acompanhado por alunos que integram as comissões de residentes, que vão participar no trabalho de sensibilização, e pelos SAS, que vão monitorizar os consumos mensais das residências. As que tiverem melhor desempenho ecológico são premiadas.
 
“O objetivo [dos prémios] é evitar, por parte dos alunos, uma atitude de 'estou-me nas tintas'”, justificou Teresa Lemos, que esclareceu que as distinções por bom comportamento ambiental nas residências podem passar pela oferta de um serviço de valor equivalente à poupança conseguida, como, por exemplo, o acesso a um canal desportivo pago durante um período de tempo.

Clique AQUI para aceder ao site da iniciativa, onde poderá conhecer as várias dicas de poupança que serão dadas aos alunos.

Veja abaixo o vídeo promocional da campanha “Think Green – ecoNOVA”.
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close