Educação e Formação Em Destaque

Universidade do Minho tem o curso mais procurado do país

“A sociedade precisa de pessoas especializadas no conhecimento da realidade psicológica, social e judicial do crime"
Versão para impressão
por redação

O curso de Criminologia e Justiça Criminal da Universidade do Minho foi o mais difícil de entrar neste ano letivo em todo o ensino superior público nacional. A licenciatura teve neste seu ano de estreia 254 candidatos em primeira opção para as 20 vagas do concurso nacional de acesso, o que significa que apenas 7.9% entraram.

Dito de outra forma, daria para abrir quase 13 turmas. Os dados constam do “Índice de satisfação da procura” da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), que contrapõe o número de vagas com o número dos alunos que colocaram essa formação como primeira opção.

Para o diretor da licenciatura em Criminologia e Justiça Criminal, a grande procura deve-se à crescente importância social da área, à expectativa gerada nos últimos anos pela criação do curso e à sua qualidade científica, envolvendo a Escola de Direito, a Escola de Psicologia e o Instituto de Ciências Sociais da UMinho. “A sociedade precisa de pessoas especializadas no conhecimento da realidade psicológica, social e judicial do crime, pois são uma mais-valia na avaliação das questões do terrorismo, na investigação forense, nos processos de interrogatório aos arguidos, no estudo da vitimologia e no apoio à reinserção social”, justifica Fernando Conde Monteiro.

Este campo de estudo “é recente em Portugal, mas está muito desenvolvido em países como Reino Unido e EUA”, realça. O curso – que tem três anos de duração e decorre no campus de Gualtar, em Braga – teve 254 candidatos em primeira opção, mas foram quase 900 a elencá-lo nas seis escolhas possíveis no boletim de acesso ao superior. O curso conta atualmente com 25 alunos, sendo que 20 entraram pelo concurso normal e cinco por outros regimes de ingresso. O “Índice de satisfação da procura” da DGES confirma também que a UMinho foi a que teve a nível nacional mais candidatos em termos proporcionais nos cursos de Design e Marketing de Moda, Línguas e Culturas Orientais, Línguas Aplicadas, Medicina e Engenharia Têxtil, entre outros.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close