Ambiente

UNESCO: Candidatura da Arrábida avança a bom ritmo

A candidatura da Arrábida a Património mundial da Unesco está a ser reforçada com um novo site, vídeos e uma forte presença nas redes sociais. O novo espaço virtual promove a serra e o parque natural com várias informações sobre a candidatura, a pais
Versão para impressão
A candidatura da Arrábida a Património mundial da Unesco está a ser reforçada com um novo site, vídeos e uma forte presença nas redes sociais. O novo espaço virtual promove a serra e o parque natural com várias informações sobre a candidatura, a paisagem, a fauna e a flora local.

A candidatura da Arrábida acaba de ganhar um site próprio que faz parte de uma série de iniciativas de promoção dos objetivos da candidatura. No espaço é possível consultar toda a informação sobre a candidatura, acompanhar as últimas novidades do processo e ler testemunhos de várias personalidades sobre a Arrábida, como do poeta Pedro Tamen ou do treinador José Mourinho.

Há também uma galeria onde, além de imagens, é possível visualizar o vídeo “Arrábida a Património Mundial”, com cerca de 15 minutos, que conta a história da região desde a pré-história até aos dias de hoje, destacando as características geológicas e a biodiversidade deste ecossistema único a nível europeu.

Possuindo várias espécies endémicas, já foram identificadas na Arrábida mais de 1.000 espécies distintas de fauna e flora marinhas. Mas o vídeo destaca também as atividades económicas e culturais – como a pesca, a agricultura e a gastronomia – com uma longa tradição da região.

Este mês foi também divulgado, e exibido na Sic, o documentário “Arrábida, da Serra ao Mar”, realizado pelos fotógrafos da natureza Luís Quinta e Ricardo Guerreiro com narração de Eduardo Rego. O documentário, sobre a riqueza da biodiversidade na Arrábida, tem duração de 50 minutos e vai ser exibido este domingo, no III Festival de Imagem de Natureza de Vouzela.

Candidatura terá de ser entregue nos próximos dias

A candidatura da Arrábida a Património Misto da Humanidade terá de ser entregue nos próximos dias, já que Portugal vai integrar o Comité Internacional da UNESCO de 2013 a 2018 e os países que integram o comité internacional não podem apresentar candidaturas nesse período.

Caso este calendário não seja cumprido, a candidatura só poderia mesmo ser apresentada em 2018, o que seria um retrocesso face ao trabalho que está a ser desenvolvido há cerca de uma década.

A candidatura está a ser patrocinada pela Associação de Municípios da Região de Setúbal, pelas câmaras municipais de Setúbal, Palmela e Sesimbra e pelo Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade mas terá ainda de ser aprovada pelo grupo interministerial, que integra os ministérios dos Negócios Estrangeiros, do Ambiente e a Secretaria de Estado da Cultura.

Após a entrega da candidatura em Paris, haverá lugar a uma visita de peritos da UNESCO, que se deslocam a Portugal para visitarem a Arrábida, estando a eventual aprovação da candidatura prevista para Outubro de 2013. A decisão final da UNESCO deverá ser conhecida até final do ano.

As primeiras iniciativas visando a Candidatura da Arrábida a Património Mundial arrancaram em 2001, quando os Municípios e diversas entidades trocam informações sobre os procedimentos necessários a uma eventual candidatura, no sentido de consubstanciar uma das iniciativas do PEDEPES – Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional da Península de Setúbal.

Clique AQUI para visitar o site e AQUI para aceder ao Facebook Arrábida Património Mundial.

[Notícia sugerida por Maria Sousa]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close