Fitness & Bem-estar

Uma horta biológica que qualquer um pode construir

Para os mais preguiçosos. Para os mais dedicados. Para quem tem um quintal ou apenas uma varanda. O livro "Uma horta em casa" acaba de chegar às bancas e promete ajudar os portugueses a tornar as suas vidas mais verdes - e biológicas!
Versão para impressão
Para os mais preguiçosos. Para os mais dedicados. Para quem tem um quintal ou apenas uma varanda. O livro “Uma horta em casa” acaba de chegar às bancas e promete ajudar os portugueses a tornar as suas vidas mais verdes – e biológicas!
 
Desde soluções de bricolage para fazer um compostor caseiro, vasos ou canteiros com as próprias mãos, a informação simplificada sobre solos e luminosidade, bem como segredos fundamentais sobre plantas e flores, este livro surge como um autêntico manual para criar espaços verdes em modo de produção biológico (MPB).
 
Assinado por mãe e filho – a engenheira agrónoma Maria Mourão e o arquiteto paisagista Miguel Maria Brito (responsável também pelas ilustrações) – novo livro vem na sequência do anterior livro de Isabel Mourão, “Horticultura Social e Terapêutica”.
 
“O livro está feito consoante a necessidade das pessoas”, explica Miguel Brito ao Boas Notícias. “A informação pode ser consultada conforme o espaço que as pessoas têm e a sua disponibilidade em termos de tempo”, acrescenta. 
 
“Apostando em certas espécies – por exemplo o rosmaninho, a lavanda ou as couves – e evitando espécies mais exigentes, podemos ter uma horta com uma manutenção muito baixa, sobretudo se apostarmos num bom sistema de rega”, acrescenta o autor.

O arquiteto paisagista, que nasceu e cresceu em Paredes de Coura, “onde tinha um contacto diário com a terra e os cultivos”, tem vindo “a aplicar na sua casa de Lisboa várias técnicas do livro, nomeadamente a construção de viveiros de plantas em paletas de madeira”.  
 
Um dos destaques do novo livro vai para a produção de flores comestíveis, “uma tendência que tem vindo a crescer no mundo ocidental” e que Miguel considera “uma boa aposta já que combina a decoração dos pratos com o seu valor nutritivo e até medicinal”.  
 
Além do acesso a alimentos saudáveis e sem pesticidas, Miguel Brito garante que manter uma horta em casa contribui para “o bem-estar pessoal proporcionando momento de descontração, e é fundamental, por exemplo entre os mais novos, para se aprender um pouco mais sobre o ciclo de vida das plantas”. 
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close