Mundo

UE dá passo para suavizar relação com Cuba

Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27 países da União Europeia (EU) vão estudar uma forma de rever a política em relação a Cuba. Para isso encarregaram a chefe da diplomacia europeia Catherine Ashton para liderar o estudo que deverá ser apres
Versão para impressão
Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27 países da União Europeia
(EU) vão estudar uma forma de rever a política em relação a Cuba. Para
isso encarregaram a chefe da diplomacia europeia Catherine Ashton para
liderar o estudo que deverá ser apresentado em dezembro.

Esta abertura dá-se depois do processo de libertação de dissidentes e o anúncio de reformas económicas. Os ministros concordaram que manterão pelo menos por mais um ano a Posição Comum, documento de 1996, repudiado pelo regime cubano e que exige avanços nas áreas de direitos humanos e democracia na ilha comunista.

Em julho, após um inédito diálogo com a Igreja Católica e apoiado pela Espanha, Cuba iniciou um processo de libertação de 52 presos políticos, ao qual se somou o anúncio de outras oito nas últimas semanas. O governo de Raúl Castro deu ainda demonstrações de uma certa abertura económica.

Os europeus consideram que se trata de um “gesto positivo” e que se deve “olhar para adiante” no que diz respeito aos laços bilaterais, explicaram à AFP fontes diplomáticas.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close