Ciência

Turritopsis Nutricula, a medusa imortal

A descoberta é extraordinária e intrigante para os cientistas que podem ter encontrado uma forma de estudar a fonte da juventude. Em causa está a "Turritopsis Nutricola", uma medusa que segundo os biólogos será o único ser vivo imortal com a capacida
Versão para impressão

A descoberta é extraordinária e intrigante para os cientistas que podem ter encontrado uma forma de estudar a fonte da juventude. Em causa está a “Turritopsis Nutricola”, uma medusa que segundo os biólogos será o único ser vivo imortal com a capacidade de se rejuvenescer.

A “Turritopsis Nutricola” tem entre quatro a cinco centímetros e ao contrário das restantes espécies de medusa que morre após o estágio reprodutivo, a “Turritopsis” reverte para o seu estado pólipo juvenil. Teoricamente este ciclo pode repetir-se-á indefinidamente tornando-a, assim, imortal.

Esta medusa e a reversão extraordinária do seu processo de envelhecimento estão agora a ser alvo de pesquisas aprofundadas de biólogos marinhos e geneticistas que tentam perceber o processo de transformação de um tipo de células noutro.

Esta capacidade de trocar as voltas ao ciclo da vida está, contudo, a fazer com que o número  destas medusas natural das águas quentes dos trópicos tenha aumentado de forma significativa.

“Estamos a assistir a uma invasão silenciosa um pouco por todo o Mundo”, avisa Maria Miglietta, do Instituto Tropical Marinho de Smithsonian, em Washington, nos Estados Unidos que estudam a “Turritopsis Nutricola”.



Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close