Saúde

Trocar mimos depois do sexo beneficia a relação

Apostar na ternura pode ser o segredo para uma vida sexual mais satisfatória e para uma maior harmonia com o parceiro. Um estudo canadiano revela que a troca de mimos depois das relações sexuais é muito benéfica para o bem-estar dos casais.
Versão para impressão
Apostar na ternura pode ser o segredo para uma vida sexual mais satisfatória e para uma maior harmonia com o parceiro. A conclusão é de um estudo canadiano, que revela que a troca de mimos depois das relações sexuais é muito benéfica para o bem-estar dos casais, em especial dos que têm filhos. 
 
De acordo com a investigação, conduzida por Amy Muise, cientista da Universidade de Toronto Missisauga, nos EUA, o que os casais fazem, em conjunto, depois do sexo, tem um grande impacto na forma como encaram a sua satisfação a nível sexual e a sua relação com o outro.
 
Muise estudou os efeitos dos comportamentos tidos após as relações sexuais em relacionamentos românticos monogâmicos e constatou que, “embora, ao pensar em sexo, as pessoas tendam a focar-se nas próprias relações ou no orgasmo”, a investigação “sugere que o aspeto afetuoso do sexo é importante para a satisfação no relacionamento”. 
 
Para chegar a estas conclusões, a investigadora levou a cabo um estudo em duas partes, baseando-se num inquérito online feito a 335 indivíduos e numa experiência de 21 dias a que foram submetidos 101 casais, incentivados a trocar mimos após o sexo durante um período superior ao habitual (fixado numa média de 15 minutos). 
 
A investigação mostrou que os casais que dedicam um pouco mais do seu tempo aos beijos, às carícias ou, simplesmente, a uma conversa carinhosa são, também, os que se dizem mais satisfeitos com a sua vida sexual e o seu relacionamento, benefícios que parecem prolongar-se no tempo, conforme indicou um inquérito de acompanhamento feito três meses depois.
 
Além disso, as vantagens associadas à troca de mimos parecem ser independentes da frequência das relações sexuais e são particularmente importantes para casais com filhos, aponta o estudo publicado na revista científica Archives of Sexual Behavior. 
 
“Os pais tendem a ter menos tempo para o sexo e o romance, pelo que o tempo que passaram a trocar mimos depois das relações sexuais teve um maior impacto nos seus relacionamentos do que nos dos que não têm filhos”, realça Muise, em comunicado.
 
Segundo a investigadora, “é possível que um momento adicional para promover a ligação entre o casal após o sexo seja ainda mais importante para aqueles que têm dificuldade em encontrar tempo para estabelecer uma relação íntima”. 
 
“Se conseguir, dedique um pouco mais de tempo a este tipo de momentos com o parceiro. Encontre oportunidades para a partilha da intimidade, das carícias, dos beijos e das conversas”, aconselha Muise.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês). 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close