Sociedade

Três universidades lusas entre as melhores da Europa

Três universidades portuguesas estão entre as melhores de economia da Europa, segundo o 'ranking' do Financial Times, divulgado este domingo. A lista é liderada por uma instituição francesa e outra espanhola, estando a Universidade Católica entre as
Versão para impressão
Três universidades portuguesas estão entre as melhores de economia e gestão da Europa, segundo o 'ranking' do Financial Times, divulgado este domingo. A lista é liderada por uma instituição francesa e outra espanhola, estando a Universidade Católica entre as 25 melhores, naquela que é a melhor classificação portuguesa de sempre neste 'ranking'. 
 
Depois de subir sete lugares em relação a 2012, a Universidade Católica ocupa a 25ª posição, seguindo-se a Universidade Nova de Lisboa, que desceu sete posições em relação ao ano passado e está agora em 36º lugar. A Universidade do Porto surge em 66º lugar, tendo descido uma posição em relação a 2012.
 
Para Francisco Veloso, diretor da Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica, o resultado “constitui um enorme orgulho e reafirma a liderança nacional da Escola”. O responsável diz que a instituição alcançou “o objetivo de constar entre as 25 melhores Escolas da Europa em apenas 5 anos”, metade do tempo a que se tinha proposto.
 
Para isso, a escola começou por captar as melhores parcerias americanas em vários programas, alargando-as a escolas líderes na Europa. Por último, apostou, recentemente, em mercados africanos, estando, neste momento, a expandir-se para a América do Sul.
 
“Esta dimensão internacional reflete-se também nos cerca de 50% de alunos estrangeiros inscritos nos programas de mestrado, oriundos de mais de 30 nacionalidades, e mais de 130 parcerias com escolas de topo internacionais”, refere Francisco Veloso. “Além disso, mais de 30% do corpo docente é já internacional, sendo que 90% dos professores têm doutoramentos das melhores universidades estrangeiras”.
 
Também a Faculdade de Economia da Universidade Nova (Nova School of Business and Economics) destaca a presença de doutorados estrangeiros (cerca de 33%), referindo que leciona o sétimo melhor mestrado do mundo.
 
“Estarmos entre as 40 melhores da Europa num ranking tão prestigiado é um orgulho”, diz José Ferreira Machado, diretor daquela instituição, que, no entanto, ambiciona o top 20 europeu. “Temos consciência de que a escola reúne todas as condições para integrar o top 20 europeu e acreditamos que esse salto pode ser dado nos próximos anos”.
 
Quanto à Faculdade de Economia do Porto, a mesma disponibiliza duas licenciaturas, quinze mestrados (alguns totalmente em inglês) e dois doutoramentos. Atualmente, conta com cerca de duzentos estudantes oriundos de 39 países diferentes e distribuídos por dois centros de investigação. Segundo a página oficial, os níveis de colocação dos seus alunos no mercado de trabalho rondam os 100 por cento.

No mesmo 'ranking' europeu, a Espanha vê três universidades nacionais no top 10, sendo o primeiro lugar da tabela partilhado pela HEC de Paris e pela espanhola IE Business School. Segue-se a London Business School, de Inglaterra, e a também espanhola Esade Business School, ambas em terceiro lugar da lista. Em quinto lugar aparece a francesa Insead e, em sexto, a Iese Business School, também de Espanha.

Consulte o 'ranking' completo das European Business School 2013 do Financial Times AQUI.

Notícia sugerida por Maria da Luz, Elsa Martins, Vítor Fernandes, Patrícia Guedes e Maria Pandina

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close