Saúde

Três minutos de exercício bastam para vida saudável

Um grupo de cientistas britânicos revelou que apenas três minutos de exercício intensivo por semana podem ser suficientes para preservar a nossa saúde, permitindo dispensar as horas exigidas pelos treinos convencionais com resultados mais eficientes.
Versão para impressão
O início do ano traz sempre consigo várias resoluções e deixar de fugir às idas ao ginásio é, muitas vezes, uma delas. Agora, um grupo de cientistas britânicos revelou que apenas três minutos de exercício intensivo por semana podem ser suficientes para preservar a nossa saúde, permitindo dispensar as horas exigidas pelos treinos convencionais com resultados mais eficientes (e tornar mais fácil o cumprimento das metas de Ano Novo).
 
Os investigadores das universidades de Nottingham, Birmingham e Bath, no Reino Unido, defendem um regime pioneiro de fitness rápido que consiste na realização de 30 segundos de exercício intensivo com breves pausas para descanso, perfazendo um total de três minutos por semana, capaz de oferecer grandes benefícios para o organismo e de contribuir mesmo para a perda de peso.
 
Em vez de suarmos durante longas horas no ginásio, a equipa propõe que nos comprometamos a fazer este somente tempo de exercício semanal – quer seja numa bicicleta de ginástica, quer, simplesmente, subindo e descendo as escadas de casa a correr – e garante que os resultados são “surpreendentes”.
 
A garantia surge no âmbito de um estudo, que ainda está a decorrer, coordenado pela especialista em exercício Jamie Timmons. Há já oito anos que a equipa de Timmons se encontra a testar o sistema HIIT – High Intensity Impact Training (Treino de Impacto de Alta Intensidade, em português) em centenas de voluntários britânicos e canadianos “fora de forma”.
 
Segundo Timmons, citada pelo Daily Mail, os resultados da investigação têm comprovado que apenas três minutos de exercício semanais proporcionam as mesmas melhorias para a saúde que várias horas passadas no ginásio ou a correr numa pista. Porém, a especialista admite que a equipa ainda não sabe explicar por que razão isso acontece.
 
“A verdade é que não sabemos o que justifica os benefícios [do regime de exercício intensivo], mas vários estudos independentes têm demonstrado que é mesmo assim e é preciso, portanto, rever aquilo que está convencionado atualmente”, salienta a professora de biologia sistémica.

Exercício intensivo ajuda a emagrecer

 
Este regime de fitness também é eficaz para quem quer emagrecer, já que não estimula tanto o apetite como o exercício tradicional, exigindo menos energia. O sistema aumenta o metabolismo ao desenvolver músculo e torna-o mais rápido. Desta forma, incentiva a eliminação das gordura e ajuda o corpo a queimar calorias.
 
Além disso, os investigadores especulam que o treino de alta intensidade utiliza também mais músculos do que o exercício aeróbico, o que é uma vantagem.

“Pedalar vigorosamente exige o uso não apenas dos músculos das pernas, mas também da parte superior do corpo, incluindo braços e ombros, pelo que 80% das células musculares do organismo são ativadas, em comparação com as 20% ou 40% que se ativam com caminhadas ou exercício moderado”, aponta Timmons.

 
Os resultados definitivos da investigação, inserida num estudo a nível europeu, deverão demorar ainda cerca de dois anos até serem publicados mas Timmons incentiva quem estiver interessado em começar a testar já, de forma autónoma, esta opção de exercício. “Ninguém precisa de uma explicação científica para desfrutar dos benefícios [deste regime]”, conclui.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close