Saúde

Três mil marcham contra cancro da mama

NULL
Versão para impressão
Centenas de pessoas, sobretudo mulheres, de todas as idades caminharam, este domingo, contra a doença que mata anualmente 1500 mulheres em Portugal e atinge outros milhares. A marcha, entre Alcântara e a Torre de Belém (Lisboa), permitiu angariar fundos para mais um mamógrafo digital.

O aparelho, que permite fazer o rastreio da doença, vai ser entregue ao Hospital do Barlavento Algarvio. Desde a realização da primeira caminhada, a Avon já entregou cinco mamógrafos digitais a instituições públicas de saúde: IPO de Lisboa, Hospital da Universidade de Coimbra, IPO do Porto, Hospital de Ponta Delgada e Hospital Central do Funchal.

Quase toda a gente conhece de perto alguém com uma história de cancro da mama. Muitos contam-na na primeira pessoa, outros falam de familiares e amigos.

Simone de Oliveira marcou presença na marcha e enalteceu estas iniciativas da Avon, que se realizam desde 2004. “Se não fossem estas organizações para apoiar o Serviço Nacional de Saúde, este não tinha capacidade para todas as necessidades”, afirmou a cantora citada pelo Correio da Manhã.

[Notícia sugerida pela utilizadora Elsa Martins]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close