Saúde

Tratamento da obesidade pode estar num cogumelo

O segredo para tratar a obesidade pode estar num cogumelo. Um grupo de investigadores do Taiwan conseguiu reduzir o peso corporal e a acumulação de gordura em ratinhos recorrendo a um extrato dos cogumelos "Lingzhi", muito populares na Ásia.
Versão para impressão
O segredo para tratar a obesidade pode estar num cogumelo. Um grupo de investigadores do Taiwan conseguiu reduzir o peso corporal e a acumulação de gordura em ratinhos recorrendo a um extrato dos cogumelos “Lingzhi”, muito populares na Ásia e utilizados há milhares de anos na medicina tradicional chinesa.
 
Estudos anteriores tinham já provado que estes cogumelos, da espécie “Ganoderma lucidum”, controlam os níveis de glicose no sangue e previnem a diabetes. Os cientistas asiáticos, cuja investigação acaba de ser publicada na revista Nature Communications, acreditam, agora, que podem ser, também, a solução para o excesso de peso, um problema que afeta 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo. 
 
“Uma vez que a diabetes está associada a problemas com o metabolismo dos lípidos e a regulação da energia, perguntamó-nos se o 'Lingzhi' poderia, também, afetar esses marcadores”, explica, em entrevista exclusiva ao site de notícias Asian Scientist, o líder do estudo, John Young, investigador da Universidade de Chang Gung, no Taiwan. 
 
Os investigadores submeteram, portanto, modelos animais (ratinhos) a uma dieta rica em gorduras. Parte destes animais recebeu, a par da dieta, um extrato obtido a partir dos cogumelos – capaz de alterar a microbiota intestinal, isto é, o conjunto de microorganismos que habitam no intestino -, ao passo que os restantes não receberam qualquer suplemento.

Cogumelos não comestíveis mas seguros para a saúde
 

“Observámos que os polissacarídeos isolados dos 'Lingzhi' influenciam a composição da microbiota do intestino, produzindo um conjunto de microorganismos semelhante ao dos animais magros”, conta Lai Hsin-Chih, coautor do estudo, à mesma publicação, acrescentando que o efeito “anti-obesidade” dos cogumelos “parece dever-se maioritariamente a esta influência”.
 
Além disso, o estudo, divulgado a semana passada, sugere que os cogumelos apresentam, também, efeitos parecidos com os dos chamados “probióticos”, já que protegem “a integridade das junções entre as células intestinais”, prevenindo inflamações que, muitas vezes, podem conduzir a aumentos de peso. 
 
Por se tratar de uma espécie de cogumelos segura para a saúde (embora não destinada à alimentação) e que tem uma composição idêntica à de vários cogumelos comestíveis, os investigadores afirmam que os 'Lingzhi' podem vir a ser uma ferramenta útil para o emagrecimento quando associados a outros métodos como a dieta e o exercício físico.
 
Young e os colegas alertam, porém, que será necessário realizar estudos mais aprofundados para comprovar este potencial “anti-obesidade” em humanos antes que a sua utilização clínica possa avançar.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês). 
 

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close