Mundo

Timor Leste: Concurso revela mundo submarino

Mais de 30 fotógrafos participaram no concurso de fotografia submarina que o governo de Timor Leste realizou em outubro para promover o potencial turístico da região. Corais, cavalos marinhos e o raro peixe escorpião, foram algumas das maravilhas sub
Versão para impressão
Mais de 30 fotógrafos participaram no concurso de fotografia submarina que o governo de Timor Leste realizou em outubro para promover o potencial turístico da região. Corais, cavalos marinhos e o raro peixe escorpião foram algumas das maravilhas submarinas registadas pelos fotógrafos.

Ao longo de quatro dias, mais de 30 fotógrafos registraram imagens em 12 locais de mergulho diferentes, todos a cerca de 1h30 de carro da capital Dili. Não foi necessário viajar de barco para encontrar corais, peixes e criaturas raras debaixo de água.

Em cada local foram destacadas equipas com guias, alimentos e atendimento médico para que os fotógrafos mergulhassem com segurança.

Os fotógrafos ficaram surpreendidos com a beleza e excelente preservação da vida submarina timorense. O italiano Edoardo Spacca, que habitualmente passa cerca de 3 meses por ano a fazer mergulho na Ásia, classificou a vida marinha do país como “muito especial”.

“Esta concentração de corais e diferentes espécies animais num só espaço é unica. (..) Há pessoas que viajam milhares de quilómetros para encontrar o peixe-escorpião”, explicou o fotógrafo amador à agência AFP.


Com este concurso, Ramos-Horta, detentor do Prémio Nobel da Paz de 1996, pretende divulgar o potencial da região para o mergulho e promover este tipo de turismo em Timor Leste. Outro objetivo do concurso é aumentar a conciencialização sobre o meio ambiente e a biodiversidade do país.

“Timor Leste foi abençoado com um dos mais ricos e inexplorados mares do mundo. Espero que este evento chame atenção para nossa enorme biodiversidade marinha, o nosso tremendo potencial para o mergulho e leve ao desenvolvimento do mergulho como uma indústria turística aqui no Timor Leste”, afirma Ramos-Horta num video do site oficial do concurso.

“O aspeto mais importante é que a iniciativa vai ajudar a proteger os nossos preciosos mares, recifes e os seus habitantes para as gerações futuras”, acrescentou o presidente.

Os vencedores em seis categorias, incluindo menções honrosas escolhidas pelo presidente Ramos-Horta, receberam prémios que somados chegam a 30 mil dólares (cerca de 21 mil euros).

Consulte aqui o site oficial do concurso ou visite a página do Facebook de Underwater Timor Leste para ver algumas das imagens vencedoras.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close