Saúde

Teste sanguíneo permitirá prever menopausa

Uma equipa de cientistas em Israel descobriu que através dos níveis de concentração da hormona antimulleriana (HAM) podem prever a altura em que uma mulher acaba o seu período fértil e entra na menopausa. O teste, que só estará disponível daqui a alg
Versão para impressão
Uma equipa de cientistas em Israel descobriu que através dos níveis de concentração da hormona antimulleriana (HAM) podem prever a altura em que uma mulher acaba o seu período fértil e entra na menopausa. O teste, que só estará disponível daqui a alguns anos, é realizado a partir de uma simples análise e pode ser realizada a partir dos 20 anos de idade.

A hormona HAM controla o desenvolvimento de folículos nos ovários que originam os óvulos e podem ser estudados como exemplo de como está o funcionamento dos ovários.

Níveis elevados de HAM superiores, por exemplo a 3,8 nanogramas por mililitro aos 25 anos, indicam uma menopausa depois dos 50 anos. Concentrações inferiores como 2,4 nanogramas por mililitro fazem prever uma menopausa antecipada por volta dos 30 anos.

O estudo foi realizado em 266 mulheres com idades entre os 20 e os 49 anos. Cerca de 63 entraram na menopausa durante a investigação. Segundo os cálculos dos cientistas a margem de erro foi de quatro anos no máximo, e quatro meses no mínimo.

Na posse desta informação que permite calcular a esperança media de vida reprodutiva as mulheres podem planear de forma mais segura e concreta os seus planos de maternidade.

Segundo escreve o jornal britânico Telegraph, a comunidade científica considera que a descoberta para além de oferecer às mulheres um maior controlo sobre a sua fertilidade e pistas sobre o adiar ou não o planeamento familiar, pode ter assim “implicações socioculturais” significativas tal como aconteceu com a introdução da pílula em 1960.

A responsável pelo estudo, a Dra Ramezani Tehrani da Universidade de Ciências Médicas de Teerão, avança com cautela “considerando que este é um estudo relativamente pequeno que monitorizou mulheres durante um período de tempo; estudos mais abrangentes são necessários para validar a precisão dos valores concentrados de HAM na previsão da entrada na menopausa em mulheres jovens”.

A descoberta considerada “entusiasmante” será apresentada e discutida no encontro da Sociedade Europeia de Embriologia e Reprodução Humana que vai decorrer em Roma.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close